terça-feira, 29 de junho de 2010

Vinhos em família

Notas e algumas apreciações telegráficas de vinhos provados em 2 ou 3 situações de convívio familiar :
. Blandy Verdelho 77 (eng. em 2004), um bom exemplar desta casta, embora tivesse já provado melhor noutro engarrafamento (nota 17,5+ ; noutras situações 18,5/17,5+/17).
. Projectos Niepoort Riesling 07, aroma contido, austero, boa acidez, final curto (nota 15,5 ; noutra 16,5).
. Qtª Bageiras Garrafeira 95 1º Prémio, no pico da forma a iniciar a fase descendente, ainda com muita côr, excelente acidez, taninos presentes algo rugosos, rústico, final longo (nota 17,5).
. Grandjó Late Harvest 05, aroma discreto, gordo na boca, acidez abaixo do esperado (nota 16,5+ ; noutras 16,5/18/16,5+/16,5/17).
. Passadouro 09 Branco, frutado, agradável, equilibrado, mas sem nada que o notabilize (nota 15,5)
. Qtª Vale D. Maria 01, mantém-se em forma e atractivo, sem grandes oscilações em relação a provas anteriores (nota 17,5 ; noutras 18/17,5/17,5).
. Blandy Bual 64 (eng. em 2004), muito fechado a precisar de tempo para se libertar, notas de iodo e frutos secos, vinagrinho, final longo, abaixo de outras garrafas provadas anteriormente (nota 18 ; noutras 19/19,5/18+)
. Espumante Kompassus, fresco, bolha fina, óptimo para aperitivo, boa relação preço/qualidade (nota 16).
. Muros Antigos Alvarinho 09, muito fresco e tropical, é difícil não gostar (nota 16+).
. Qtª Crasto Vinhas Velhas 01, a grande surpresa destas jornadas caseiras, é o tinto com esta idade que mais juventude aparenta ter, côr ainda carregada, complexidade aromática, boa estrutura de boca, final longo, o que mais se pode exigir? A beber nos próximos 5 anos (nota 18,5 com entrada no meu Quadro de Honra).

Sem comentários:

Enviar um comentário