sexta-feira, 2 de julho de 2010

Um banquete na Enoteca de Belém

Quatro militantes (Alfredo Castilho, Alfredo Penetra, o Juca e eu) e respectivas parceiras e, ainda, o João Quintela,juntaram-se na Enoteca de Belém para conviver e degustar um menú previamente combinado. Os anfitriões ( o Nelson na cozinha e o Ângelo na sala ) excederam-se e o resultado foi mais uma grande jornada. Vejamos, então, o que nos passou pelo estreito :
. azeitonas, azeite Esporão para molhar o pão e requeijão
. amuse de bouche, um shot de gaspacho
. tapa de camarão com caviar
. bacalhau fresco à lagareiro
. coxa de pato confitada
. petit gateau com gelado, queijos e fruta
Nota alta para o banquete. Pessoalmente achei o prato de bacalhau, o menos conseguido.
Os vinhos foram levados por nós. Desfilaram :
. Soalheiro Alvarinho 1ª Vinhas 09. Está na linha dos irmãos mais velhos, mas precisa de tempo de garrafa para atingir o patamar dos outros.Não deve ser servido muito frio.Nota 16+.
. Duas Castas 09,uma simpática oferta da equipa da casa.Nota 15,5.
. Qtª Roques Reserva 06. Discreto no nariz, belíssima acidez, taninos presentes mas macios, bom final de boca. Nota 16+.
. Vallado Reserva 99. Óptima saúde, floral, super elegante, boa acidez a indiciar mais uns anos de vida, boa estrutura de boca, final longo. Nota 17,5.
. Marquês de Borba Reserva 99. A idade deste não perdoa. Aroma com notas animais e alguma azeitona, melhor na boca onde ainda se sentem os taninos. Nota 16.
. Qtª Vesúvio Vintage 89. Foi o 1º da série. Muita côr para a idade, nariz neutro, melhor na boca. Nota 16.
Para quem ainda não conheça, aconselho vivamente uma ida à Enoteca de Belém. Não se arrependerão!
Nota final : na próxima semana estarei de férias (embora um reformado esteja permanentemente nas ditas) pelo que não haverá crónicas para ninguém.

Sem comentários:

Enviar um comentário