sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Vinhos em família (II)

Notas telegráficas em relação aos vinhos provados em recente convívio familiar :
.VZ 08 B - um dos brancos mais interessantes provados ultimamente, aroma ainda um pouco preso, compensado por uma notável presença na boca, muito mineral, belíssima acidez, boa persistência no final de boca. Nota 17,5.
.Terrenus Reserva 04 - um dos grandes tintos alentejanos, obra de arte do Rui Reguinga, todo ele complexo no nariz e na boca, contribuição de mais de 1 ano de estágio em boa madeira, acidez equilibrada, acentada profundidade, bom final de boca. Ainda tem alguns anos pela frente. Nota 17,5+.
.FMA (Francisco Machado Albuquerque) Bual 64, engarrafado em 2004 - uma das grandes criações do Francisco Albuquerque, fora dos circuitos comerciais. Presença de frutos secos, iodo, vinagrinho, equilibrado, notável arquictetura de boca, final interminável com o aroma a pairar na sala de jantar. Nota 18,5 (a entrar no meu Quadro de Honra *). Constou-me que o João Paulo Martins já o provou e que ficou apaixonado.
* vem juntar-se aos seguintes Madeira (todos com 18,5 ou mais) :
.Blandy Terrantez 75
.Blandy Sercial 74
.Blandy Verdelho Solera
.Blandy Bual - 1920, 48, 63, 64, 68, 71 e 77
.Cossart Terrantez 77
.Cossart Verdelho 73
.Cossart Bual 58
.FEM (o avô do Francisco Albuquerque) Sercial
.idem Verdelho
.Artur Barros e Sousa Verdelho 81
.idem Malvasia 80 e Reserva Velha

Sem comentários:

Enviar um comentário