terça-feira, 5 de outubro de 2010

Ainda o Guia do JPM

Pareceu-me interessante fazer uma análise comparativa de "Os Melhores do Ano" nos Guias 2011,2010 e 2009 e tentar tirar algumas ilacções sobre as escolhas do JPM.
Notas :
(a) deixei de fora espumantes e vinhos com castas estrangeiras
(b) o nº de brancos ficou entre parentesis
REGIÃO 2011 / 2010 /2009
.V.Verdes (Alvarinhos) 0 / 2 / 0
.Douro 8(2) / 7 / 8(1)
.Dão 1(1) / 2(1) / 3
.Bairrada/Beiras 0 / 0 / 1
.Lisboa/Estremadura 1 / 1 / 1
.Tejo/Ribatejo 0 / 1 / 0
.Palmela/T.Sado 0 / 1 / 1
.Alentejo 5 / 2 / 2
.Porto Vintage/LBV 1 / 4 / 1(LBV)
.Porto Tawny/Colheita 5 / 2 / 6
.Moscatel 1 / 1 / 1
.Madeira 0 / 0 / 0
Leituras possíveis, a partir da análise deste quadro resumo :
1.Os brancos têm vindo a consolidar a sua posição relativa (6,25 % no 2009 e 20 % no 2011
2.Os tintos do Douro têm sido os grandes vencedores
3.Os tintos do Alentejo só no último guia se aproximaram do Douro
4.Os tintos do Dão têm vindo a perder posição
5.O Porto Vintage só se impôs com a colheita de 2007, com as outras perdeu em toda a linha para os colheitas e tawnies velhos
6.Não aparece um único vinho Madeira a merecer estar entre os melhores, apesar de todos os anos aparecerem novos engarrafamentos. É uma grande injustiça! Óh JPM tem que estar mais atento aos Madeiras que têm saído últimamente das mãos do Francisco Albuquerque.

Sem comentários:

Enviar um comentário