terça-feira, 26 de outubro de 2010

Almoço no Fiorde

É uma grata surpresa este restaurante localizado em Tires. Sala modesta, ambiente informal, clientela do bairro, boa matéria prima, boa confecção, doses generosas e preços de acordo com o orçamento para 2011. O dono, Armindo Almeida de seu nome, é a alma do negócio. Já andou pela Noruega e daí o nome dado ao restaurante. Comeu-se um belíssimo caril de gambas e peixe (do mar) na grelha. Na época a lampreia atrai clientes de todo o lado, segundo o patrão (isto é um recado para os militantes da dita). Serviço simpático e despachado.
Quanto a vinhos é que o panorama não é brilhante. Lista curta e nada imaginativa, sem datas de colheita, copos na mesa desadequados. A pedido vieram outros aceitáveis, mas com a marca de um produtor. Serviço de vinhos a condizer. Mas 2 boas notícias : os vinhos são baratíssimos e podem-se levar as bombas que tivermos em casa, sem custos.
Bebeu-se o branco Adega de Vila Real Reserva 09. Muito frutado, alguma complexidade aromática, belíssima acidez, boa presença na boca. Nota 16+. Acompanhou bem o caril e o peixe grelhado. É dificil não gostar. Preço de saldo. Um achado.
Aconselha-se vivamente o Fiorde, mas convém marcar e levar GPS!

Sem comentários:

Enviar um comentário