sábado, 27 de novembro de 2010

Grupo de Prova dos 3 (9ª sessão)

Mais um almoço-prova cega dos 3, sendo os vinhos do João Quintela que escolheu o restaurante do Corte Inglês. Este espaço continua recomendável e já merecia ser considerado "amigo do vinho". Ó gentes da Revista de Vinhos, então?
Começámos pelo branco Churchill 09, que começou da melhor maneira a sua introdução neste tipo de vinho. Entrou por cima e produziu um dos brancos de outono/inverno mais interessantes que tenho provado ultimamente. Nariz algo austero, fruta madura mas boa acidez, madeira presente mas sem marcar o vinho, boa presença na boca. Infelizmente não ligou bem com a salada de lagosta com fruta tropical. Nota 17,5.
A acompanhar um pregado com um excelente risoto de cogumelos, avançaram 2 tintos com alguma idade :
.Esporão Reserva 94 - aroma complexo com notas de couro e tabaco, excelente acidez, profundidade de boca, taninos macios, elegante, bom final
Nota 18+.
.Tapada de Coelheiros 96 - aroma floral, alguma mineralidade, acidez q.b., taninos ainda com algumas arestas, bom final de boca. Nota 17,5.
Com a sobremesa provámos um "late harvest" austríaco, Lenz Mozer Prestige 05 que deu muito boa conta de si. Informaram-me que tem um preço muito acessível. Nota 17,5.
Mais uma boa jornada. Obrigado João!

Sem comentários:

Enviar um comentário