sábado, 1 de janeiro de 2011

Despedida de 2010 com brancos

Desta vez os tintos ficaram de fora. O jantar de 31 foi feito com brancos, a acompanhar umas tapas de paio e presunto (Redoma Reserva 07), seguidas de um caril de gambas (Soalheiro Alvarinho Reserva 08). Nada que puxasse pelos tintos. A abrir e a fechar foi uma garrafa de Dom Pérignon Vintage 2000, comprada no aeroporto de Orly expressamente para ser consumida nesta ocasião. Bebido em flutes Riedel, bolha muito fina, notas de pão fresco, subtil e de uma grande elegância. Pura sofisticação! Pode ler-se no folheto que acompanhava a garrafa " (...) Le millésime 2000 de Dom Pérignon a patienté sept annés en cave pour atteindre son expression la plus aboutie. "
Os doces e salada de frutas foram acompanhados pelo Dona Antónia já aqui mencionado quando do Natal. Referem-me que terá 70/80 anos. Soberbo!

Sem comentários:

Enviar um comentário