sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Vinhos em família (VI) e não só

Impressões condensadas dos últimos vinhos provados em família ou com amigos.
Tudo tranquilamente, sem o stresse da prova cega.
.Pintas 01 - ainda com saúde e muita côr, alguma fruta vermelha, chocolate, mais elegância e menos potência em relação a experiências anteriores, final de boca interessante. Um bom vinho sem arrasar. Nota 17,5 (noutras situações 18/17,5/19/17/18/18,5/17).
.Poeira 01 - continua com muita côr, muito floral, grande elegância, final extenso. Mantém o perfil de sempre, apesar de umas garrafas menos boas. Nota 18 (noutras 18/18/17,5/18,5/17,5/16/16).
.Herdade das Barras 05 - feito a partir das castas Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon, estagiou 24 meses em barricas; especiado com notas de chocolate e tabaco, acidez q.b., taninos redondos, guloso; é pena o excesso de álcool (15% vol.); foi o campeão de vendas de vinhos alentejanos nas CAV, boa relação preço/qualidade, é difícil não gostar. Nota 17 (noutra 17+).
.Zambujeiro 04 - com base nas castas T.Nacional, Aragonês, Alicante e Castelão estagiou 24 meses em barricas de carvalho francês; ainda cheio de saúde, frutado, frescura e acidez no ponto, personalidade, grande boca sem ser bruto, final longo. Um grande vinho alentejano e um dos meus preferidos. Nota 18,5 noutras 18,5/18,5/18+).
.Campolargo 09 Branco - à base das castas Cerceal (85%), Bical e Arinto, estágio de 7/8 meses na barrica; produzidas apenas 1580 garrafas; fruta e acidez presentes, madeira bem integrada, profundidade de boca e bom final. Nota 17,5 (noutra 17).
.Dona Ermelinda Reserva 08 - agradável e fácil e beber; próprio para situações mais informais; boa relação preço/qualidade. Nota 16,5.

Sem comentários:

Enviar um comentário