quinta-feira, 9 de junho de 2011

Vinhos em família (XV)

Mais uns tantos vinhos partilhados em ambiente familiar, com predominância dos brancos.
.Qtª Foz Arouce 08 Branco - abaunilhado, algum fumo, madeira bem casada, acidez qb; gastronómico, pede um peixe no forno. Nota 16,5 (noutras situações 17/16,5/16).
.Qtª Murta 10 - citrinos bem presentes, simples, muito fresco, um branco típico para o verão. Muito longe da complexidade doutro Bucelas, o Morgado Santa Catherina. Nota 14,5.
.Qtª Alorna Arinto/Chardonnay Reserva 10 - nariz complexo, simultaneamente untuoso e fresco, harmonioso, bom final; gastronómico e uma excelente relação preço/qualidade. Bom trabalho da enóloga Marta Reis Simões. É justo afirmar que o Nuno Cancella de Abreu fez escola na Alorna. Nota 16,5+.
.Terrus 07 - austero no nariz, belíssima acidez, taninos suaves, elegante, harmonioso, bom final de boca. Estilo mais moderno do que o 2005, poderá não ser tão longevo. Um belo vinho, mas continuo a preferir o 2005. Nota 17,5.
.Pintas 02 - côr ainda surpreendentemente jóvem, especiado, vivacidade, bela acidez, taninos presentes, profundidade e bom final de boca. Tudo isto apesar do ano. Evoluiu muito bem e tem vindo a melhorar imenso. Nota 18 (noutras 15/17/16).
.Artur Barros e Sousa Malvasia 85 (omissa a data de engarrafamento) - aroma demasiado discreto, notas de iodo , vinagrinho, boca mediana, final longo; uma rolha ridiculamente curta ( mais parece uma meia rolha !). A Malvasia é, para mim, a menos interessante das castas nobres. Nota 17.

Sem comentários:

Enviar um comentário