domingo, 11 de setembro de 2011

Petiscos em Lisboa

Embora ainda não tivesse tido a oportunidade de os testar, pareceu-me pertinente partilhar com os leitores deste blogue, a existência de 3 espaços para petiscar, praticamente desconhecidos.
1.WE Wine Element
É um novo conceito, cujo 1º Wine Bar está a funcionar na livraria Ler Devagar, no espaço Lx Factory (praticamente nas traseiras da Carris, em Stº Amaro, Lisboa). Abriu nos finais de Maio, a meio gás, mas, segundo me afirmaram, irá trabalhar em pleno, logo que seja formalmente inaugurada em 29 deste mês. Mais, resulta de uma parceria entre a empresa beBUSINESS e o produtor/empresário João Portugal Ramos.
De momento, tem 16 vinhos a copo das marcas JPR (Marquês de Borba, Vila Santa, Qtª da Viçosa, Loios, Conde de Vimioso, Qtª Foz de Arouce e Duorum). Não tinham, ainda o Marquês de Borba Reserva e Foz de Arouce Vinhas Velhas.
As provas podem ser acompanhadas com tapas de queijo e charcutaria, oferta demasiado redutora, mas que será alargada no futuro. Os preços, sendo pertença de uma das empresas parceiras, podiam e deviam ser mais acessíveis.
Os copos são bons e os vinhos estão em armários térmicos. No entanto, os tintos guardados a 18º, vão chegar ao cliente a mais de 20º, o que é excessivo.
Em conclusão, um espaço simpático, onde se pode beber um copo enquanto se compra um livro, ou vice versa.
2.Sol e Pesca
É uma tasquinha modesta com petiscos, feitos exclusivamente a partir de conservas de peixe.Tem uma oferta fabulosa de conservas, mas inexplicavelmente não trabalham com a marca Gondola, a minha preferida.
Fica na Rua Nova do Carvalho (ao Cais do Sodré), num local não muito recomendável há uns anos atrás. Mas a tradição já não é o que era e hoje, em dia, pode-se circular por ali.
3.Cem Petiscos
A Time Out de 10 de Agosto dedica-lhe uma página inteira e em tom elogioso.
Fica na Rua do Cais de Santarém, depois da Casa dos Bicos, em direcção à Alfândega. A funcionar, de 2ª a Sábado, a partir das 15 h, escreveram eles. Bati com o nariz na porta, já passava daquela hora. Placa com o nome ou indicação do horário de funcionamento, são coisas que não existem. Francamente ó senhor Vitor Horta (o dono), isso não se faz!

Sem comentários:

Enviar um comentário