sábado, 22 de outubro de 2011

Almoço no Gspot Gastronomia

Fica em Sintra e dele já falei (ver crónica de 14/5/2010). Na criação dos pratos está o João Sá e na sala o Manuel Moreira, escanção com provas dadas, coadjuvado pelo André Simões. Uma boa equipa num espaço simpático. Ao almoço, de 2ª a 6ª, é possivel usufruir de um menú de 10 €, entrada+prato ou prato+sobremesa, sendo o couvert e uma bebida por conta da casa. Um achado, em tempo de crise.
Comi uma saladinha de batata e ovo com ventresca de atum, a acompanhar um copo do branco Attis 2010 (Lisboa), com base nas castas Fernão Pires e Arinto - muito frutado, presença de citrinos, acidez qb, frescura e elegância. Pensado para acompanhar entradas frias. Nota 16,5.
Com o lombinho de porco estufado em vinho tinto, bebi um copo do tinto Attis 07 - austero no nariz, neutro na boca, pouco interessante, fica uns furos abaixo do branco. Nota 14.
Óptimo serviço de vinhos (nem outra coisa seria de esperar), copos à altura e quantidades generosas. A lista é bastante original, com algumas propostas invulgares, mas a preços puxadotes. Ponto fraco : a oferta de vinhos a copo é escassa.
Por amabilidade de um amigo presente no restaurante, ainda provei o Qtª San Joanne 2000, um Regional Minho fermentado em madeira - côr evoluida, ligeira oxidação, untuoso, boa acidez, boca poderosa e final longo. Aguenta bem pratos pesados. Bebido em copo largo é uma boa surpresa. Nota 17,5+.
Quem andar por perto e não queira gastar muito dinheiro aposte no Gspot. Recomendo e tenciono voltar.

Sem comentários:

Enviar um comentário