sábado, 5 de novembro de 2011

A grande festa do Vinho a Copo

Não pondo em causa a importância deste evento, iniciativa da Viniportugal e com o apoio da Revista de Vinhos, fico perplexo com um dos cartazes difundidos pela organização que considero contraproducente. O referido cartaz mostra, em grande plano, dois jovens a agarrarem fortemente o corpo do copo, ignorando o pé do dito. E passando os olhos pelas diversas fotografias que suportam a reportagem da RV, constato que, salvo raras e honrosas excepções, a maioria esmagadora dos participantes não sabe pegar no copo. Este problema a nível nacional não é nada brilhante, a começar pelo inquilino de Belém (ver crónica de 9/6/2010) e outras figuras públicas. Falta formação a esta gente. A Academia Revista de Vinhos e outros formadores não podiam dar uma mãozinha em futuros eventos deste tipo? (a despropósito, no capítulo 3 do Módulo A do programa do curso, aparece referida "Terras do Sado" como Região vinícola, que me parece ter deixado de existir como tal).
Em abono da verdade, no meio desta desgraça quase total, salva-se a Ministra da Agricultura que ou já sabia pegar num copo de vinho ou teve formação adequada logo que tomou posse.

2 comentários:

  1. Oh Barão da Cunha, nós ainda estamos na fase em que tentamos que a malta nova da noite substitua uma vez por outra um shot ou uma cerveja por um copo de vinho. Só isso já será uma grande vitória. Os discurso pomposos sobre a maneira correcta de pegar no copo teriam um efeito totalmente contraproducente.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pela sua intervenção, mas há-de concordar que o cartaz oficial é mesmo negativo. Não custava nada fotografar os jovens a pegarem no copo correctamente.

    ResponderEliminar