segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Lisboa à Mesa

Acabou de sair o livro "Lisboa à Mesa - Guia Onde Comer. Onde Comprar" (Ed. Planeta), da autoria de Miguel Pires, crítico gastronómico da nova geração que, vaticino, será o sucessor natural do José Quitério e do saudoso David Lopes Ramos. O prefácio é do Duarte Calvão e as ilustrações, aliás belíssimas, do Tiago Albuquerque. Entre outros, faz crítica no Diário Económico e na Wine. É, ainda, o principal animador do blogue Mesa Marcada (pode-se entrar através do meu link), constituido em parceria com o Duarte Calvão e o Rui Falcão, cuja leitura recomendo.
Na contra-capa pode ler-se que é "Um guia para quem gosta de comer(...) (e) se interessa por restaurantes mas que gosta também de cozinhar e de saber onde comprar ingredientes (...)".
São 280 entradas para restaurantes e afins, lojas, mercados, mercearias, talhos, padarias,..., com informação pertinente e carregadas de sentido de humor.
A organização do guia baseia-se na divisão da cidade em 15 zonas geográficas e, em cada uma, inclui informação "onde comer" e "onde comprar", por ordem alfabética. Faz no entanto falta, no meu entender, uma planta de cada uma das zonas, com a indicação das entradas que poderiam ser numeradas. Por outro lado, parecia-me mais fácil que a ordem não fosse alfabética, mas sim geográfica, para não saltar da Elias Garcia para a Marquês da Fronteira e dali para a Latino Coelho (à consideração do Miguel Pires, com vista a novas edições).
De resto os índices são exaustivos, para além do alfabético inclui por preços, tipo de cozinha, abertos ao domingo, etc. A zona onde vivo (Belém/Restelo), infelizmente para mim, aparece com pouca oferta, ou porque é mesmo assim ou porque o autor vagueou menos por esta ponta da cidade. Só o Miguel poderá confirmar.
Eventuais alterações (encerramento do espaço,por exemplo) vão aparecendo em www.lisboamesa.wordpress.com, de molde a que o guia esteja sempre actualizado. Uma mais valia! Por outro lado, o autor está aberto a críticas e sugestões, através do endereço miguelpirex@yahoo.com. Bingo!
Alfacinhas, gastrónomos ou não : este guia é de consulta obrigatória e agora que o Natal está à porta, uma óptima ideia para uma prenda útil e com um preço adequado à crise.

2 comentários:

  1. Caro Francisco

    Obrigado pelas considerações que faz a este meu livro. As suas observações são muito pertinentes. Os mapas ajudam de facto a orientar e, numa fase inicial, estavam previstos. No entanto haveria locais com demasiadas entradas para serem perceptíveis num mapa (não se esqueça que o livro tem 280 entradas!). Outra razão teve a ver com prazos: toda a concepção gráfica teve de ser feita em tempo record e, como não queríamos um simples mapa do google cheio de pontinhos vermelhos (depois do esforço tido para ter um livro com uma determinado design gráfico), optámos por não os incluir - decisão que aumentaria também os custos e, certamente, o preço de capa. Vamos ver se encontramos uma solução que nos agrade para uma futura edição.
    Percebo a sua critica quanto à ordenação das entradas por ordem alfabética e não geográfica em cada um dos bairros. Mas um guia escrito e ordenado por uma única pessoa necessita de alguns automatismos e, nesse sentido, a ordenação alfabética foi uma forma mais segura e rápida de concretizar.

    Mais uma vez obrigado

    cumprimentos
    Miguel Pires

    P.S. numa próxima edição já sei a quem pedir sugestões sobre a zona Belém/Restelo ;)

    ResponderEliminar
  2. Miguel,
    Obrigado pelos esclarecimentos prestados. Que o seu guia seja um êxito são os meus sinceros votos. Bem o merece.
    Um abraço,
    Francisco

    ResponderEliminar