terça-feira, 13 de dezembro de 2011

"De Vez em Quando"/"Novo Formato" : um historial de vinhos (I)

Na crónica de 10/12 referi a constituição destes grupos de prova e, agora, parece-me interessante divulgar a informação quanto aos vinhos da minha garrafeira partilhados, ao longo de uma série de anos (2003/2010), com os amigos que faziam parte daqueles grupos. A maior parte das sessões foi temática, contemplando uma vertical da Qtª do Crasto, uma horizontal da Niepoort, Prémios Excelência da Revista de Vinhos, Os Melhores segundo o João Paulo Martins, e outros escolhidos por mim segundo outros critérios. Passo a indicar os vinhos de mesa (brancos e tintos) e os com "borbulhas", deixando os fortificados e os colheitas tardias para uma 2ª crónica:
CHAMPAGNES
.Krug Rosé (2 vezes)
ESPUMANTES
.Murganheira Chardonnay 98 e Vintage 99
BRANCOS
.Muros de Melgaço Alvarinho 02
.Anselmo Mendes Alvarinho 07
.Soalheiro Alvarinho Reserva 07
.Redoma Reserva 00, 03, 04, 05 e 06 (2)
.Aneto Reserva 07
.Qtª das Bageiras Garrafeira 04
.Vinha da Pala 04
.Bucellas & Colares 07
.Ossian 06
TINTOS
.Barca Velha 00
.Qtª do Crasto Vinha da Ponte 98, 00 e 03, Maria Teresa 05, T.Nacional 01, Colheita Seleccionada 02, Tinta Roriz 03
.Qtª de Nápoles, Redoma, Batuta e Charme, todos 00, Charme 05 e Robustus 04
.Qtª Vale Meão 01 e 04
.Duas Quintas Reserva 99
.Campo Ardosa RRR 00
.Qtª dos Carvalhais Único 05
.Homenagem a António Carqueijeiro 99
.T Terrugem 99
.Francisco Nunes Garcia 01
.Tapada de Coelheiros Garrafeira 00
.Torre do Esporão 04
.Paulo Laureano...05
.Zambujeiro 04
.Mouchão Tonel 3/4 03 e 05
.Júlio Bastos 04
.Opus One 00
De registar a quase omnipresença do Douro (50 % dos brancos e 60% dos tintos) e, com excepção dos Alvarinhos e dos tintos alentejanos, a quantidade residual das restantes regiões e de vinhos estrangeiros. Gostos!

Sem comentários:

Enviar um comentário