domingo, 22 de janeiro de 2012

Uma volta por Linda-a-Velha

Numa primeira incursão abancámos no Jacó (Rua Rangel de Lima,2), restaurante tipicamente tradicional, paredes saturadas de fotografias e alguns artefactos, ementa em ardósias, televisão ligada embora sem som, toalhas e guardanapos de papel. Cozinha segura, com algumas opções de grande qualidade (provou-se um excelente javali estufado com puré de batata, arroz de bacalhau com gambas e Braz de camarão bem confeccionados.
Lista de vinhos mal arrumada e sem datas, algumas referências interessantes, preços desajustados e meia dúzia de vinhos a copo. Aposta forte em whiskies e aguardentes velhas. Bons copos, mas o serviço não foi testado (levei vinho de casa, já comentado anteriormente).
Um segundo repasto teve lugar no Alma Lusa (Rua Irene Lisboa,3 A), nos antípodas do anterior. Sala remodelada, sóbria, mesas bem parelhadas, guardanapos de pano, serviço eficiente mas nada personalizado. Cozinha tradicional com boas opções. Comi umas divinais iscas, prato que não é nada fácil encontrar nos nossos restaurantes.
Carta de vinhos com algumas raridades (uma colecção de Barca Velha e Pera Manca, a preços cordatos), razoável oferta de generosos, mas um pouco parada no tempo. Preços na generalidade altos, bons copos e oferta de vinho a copo diminuta. Aceitámos o vinho recomendado, que veio para a mesa um pouco acima da temperatura ideal, mas prontamente corrigida, o tinto Andreza Reserva 09 - muito frutado, jovem e irrequieto, boca poderosa, taninos redondos, guloso. Boa relação preço/qualidade (14,90 € até ao final do mês). Nota 16,5.

Sem comentários:

Enviar um comentário