segunda-feira, 26 de março de 2012

Petit d' Algés revisitado

Voltei, recentemente, a este restaurante taberna, um porto seguro para quem mora em Belém, como é o meu caso. Oferta alargada, com 7 peixes, 7 carnes, 9 mariscos, 10 entradas/petiscos e 8 sugestões do dia. Aviso aos militantes da lampreia : o Petit d' Algés ainda a tem na ementa (à Bordalesa), embora me pareça que já está fora do prazo aconselhável à sua degustação. Comeu-se, nesta última visita, sopa rica de peixe, chocos à algarvia e atum à portimonense, tudo bem confeccionado e em doses fartas. Serviço simpático, mas por vezes atrapalhado.
É pena que não levem muito a sério a componente viníca. Há meia dúzia de tintos a copo e, nos brancos, apenas o da casa, o que não se entende de todo, pois é muito mais fácil conservar brancos do que tintos. Os copos também não ajudam, são estéticamente bonitos, mas pouco práticos. A quantidade servida, essa é generosa.
Bebi um copo do tinto Herdade dos Grous 09 - muito frutado, um pouco verde, taninos ainda por domar, final presistente; vinho descomplicado, para beber nos próximos 3 anos. Nota 16.
Duas notas, a fechar :
.toda a área do restaurante é para fumadores, o que pode ser desagradável para quem não tenha esse hábito;
.a sala estava completamente lotada : a crise não passou por aqui!

Sem comentários:

Enviar um comentário