quarta-feira, 30 de maio de 2012

Grupo dos 3 (23ª sessão)

Esta sessão foi da responsabildade do Juca, com vinhos da sua garrafeira (1 branco, 2 tintos e 1 "jeropiga"). O restaurante escolhido foi o Tacho da Memória, localizado em Odivelas próximo dos Bombeiros, que eu não conhecia. O dono é o Rui Dantas, que também explora a "cantina" do Banco de Portugal, na Quinta da Fonte Santa, já aqui referida em diversas ocasiões.
Sala moderna, bem aparelhada, copos à altura, serviço profissional e traquejo no serviço de vinhos, pois têm organizado alguns jantares vínicos. Cozinha com qualidade, embora um pouco pesada para a época. Além das entradas que não ligaram muito bem com o branco, vieram 2 pratos deliciosos (cataplana de bacalhau com grão  e um excelente naco de vitela com grelos). Um restaurante a recomendar, sem dúvida. Pena que não fique na minha rota.
A carta de vinhos tem algumas boas propostas, todas datadas, mas é pouco arrojada, está demasiado centrada no Alentejo e a oferta de vinhos fortificados é demasiado curta, pontos que podem e devem ser corrigidos. Tem, ainda, meia dúzia de vinhos a copo a preços aceitáveis.
Mas é altura de passar para os vinhos provados:
.Parcela Única Alvarinho 09 - austero no nariz, fruta madura, notas fumadas, madeira discreta, boa acidez, elegante e equilibrado. A beber nos próximos 3/4 anos. Nota 17+ (noutras situações 18/17,5+).
.Três Bagos Grande Escolha 05 - muito fino e floral,  acidez no ponto, equilibrado, boa estrutura e final muito longo; todo ele de grande complexidade, um dos meus favoritos do Douro. Em forma mais 6/7 anos. Nota 18,5 (noutras 18/17,5/18,5).
.Vallado Reserva 05 - ainda com fruta, alguma acidez, carnudo, algo guloso, bom final de boca; falta-lhe complexidade; no ponto óptimo de consumo, embora admita que este vinho tivesse ficado prejudicado por um ligeiro toque de rolha. Nota 17,5 (noutras 17,5+/17,5).
.Cossart Gordon Bual 76 (sem data de engarrafamento!?) - notas de caril e brandy, vinagrinho, potência de boca, final longo. Nota 18 (noutras 16,5/16/18,5); ou seja, este Bual tem mostrado grandes diferenças de garrafa para garrafa. Acompanhou uma excelente tarte de amêndoa com gelado de manga.
Grande jornada. Obrigado, Juca!

Sem comentários:

Enviar um comentário