segunda-feira, 21 de maio de 2012

Lisbon Restaurant Week (III)

A 3ª e última jornada foi no Papa Açorda, onde também não ia há muitos anos. Está na mesma; ambiente simpático, espaço acolhedor, serviço rápido, eficiente e simpático, tudo isto com algum requinte. Para além dos 19+1 €, foi facturado o couver, água, café e copo de vinho (3,90). Dos 3 restaurantes visitados, o Papa Açorda foi o único que nos entregou os postais alusivos ao LRW que referiam "Leve este postal, só desta forma fica garantido o seu contributo a favor das instituições beneficiárias." Dá que pensar, então e os outros que não nos entregaram os postais? Aquele 1 € não chegará ao destino? Quem souber que responda.
Carta de vinhos demasiado centrada nos alentejanos, deixando o Douro reduzido a 3 ou 4 brancos e tintos. A lista  inclui, ainda, vinhos do Porto. Tudo a preços nada meigos. Oferta razoável de vinhos a copo, com preços mais em conta. Os copos que estão nas mesas, são tipo banquete, mas foram trocados quando o vinho foi pedido. A garrafa veio à mesa e o vinho dado a provar.
O escolhido foi o branco Qtª de Camarate Seco 11 - nariz exuberante, notas tropicais, belíssima acidez, estilo moderno, elegante e equilibrado; para beber em novo. Nota 16,5.
Os tachos estão a cargo da Manuela Brandão, que deu boa conta do serviço. Comi Paté de santola, filetes de pescada com arroz de berbigão e tarte de ameixas pretas. Tudo com muita qualidade.
Gostei, francamente, de ter revisitado o Papa Açorda e recomendo-o.
Quanto ao LRW, deverá haver nova oportunidade lá para Setembro. Aproveitemo-la!

Sem comentários:

Enviar um comentário