terça-feira, 8 de maio de 2012

Uma volta pelo Chiado (I)

Numa recente incursão pelo Chiado, abanquei no Spot São Luiz, cuja responsabilidade gastronómica pertence ao chefe Fausto Airoldi, já com provas dadas noutros espaços, nomeadamente no Casino de Lisboa.
Por 9,90 €, de 2ª a 6ª feira, pode-se almoçar no São Luiz, com direito a couvert, sopa/entrada, prato, bebida e café. Um bom preço para aquele espaço, muito moderno e confortável.
Comi uma bela sopa de abóbora e perca frita com arroz de grelos, este demasiado malandrinho para o meu gosto. Acompanhei com o branco da casa, Adega de Pegões 2011, Vinho Regional da Peninsula de Setubal - fruta exuberante, com a casta moscatel a impor-se, bem feito e descomplicado, déficite de acidez, boca e final medianos, indicado para acompanhar saladas ou entradas ligeiras ou para beber a solo. Nota 15. Uma curiosidade: o contra rótulo indica-nos o prazo de validade estimado "a beber em 3 anos". Não me lembro de ter encontrado indicação similar em qualquer outro vinho. É um caminho a seguir.
O copo era razoável (para os tintos, são mesmo bons) e a tempertura correcta . O vinho, em quantidade generosa,  foi servido no balcão, um pouco afastado da mesa em que me encontrava. Foi necessário solicitar ao empregado que me mostrasse a garrafa, o que não deveria ter sido necessário. Uma falha a corrigir.
A selecção de vinhos é abrangente, incluindo champanhes, espumantes, generosos e colheitas tardias. Lamentavelmente sem datas, oferta diminuta de vinhos a copo e preços um tanto elevados. Serviço a cumprir os mínimos.
Em conclusão, boa relação preço/qualidade, com alguns pormenores a rectificar.

Sem comentários:

Enviar um comentário