terça-feira, 2 de outubro de 2012

A Qtª do Crasto, a Blogosfera e a Bo Derek (I)

1.Preâmbulo
A minha ligação à Qtª do Crasto e aos seus responsáveis já vem de longe, desde que nos conhecemos numa feira mundial em Bordéus (1998?). Desde então para cá, praticamente todos os anos, a Qtª do Crasto, com os seus vinhos e os seus responsáveis, inicialmente a sós e, posteriormente, integrada no colectivo Douro Boys, esteve presente em eventos organizados pelas CAV. Foram provas, jantares (também houve 1 almoço) e visitas ao Douro com o nosso antigo núcleo duro. Posteriormente, depois de termos deixado as CAV, estivemos (o Juca e eu) num jantar do Corte Inglês e, a convite do nosso amigo Tomás Roquete, num almoço na própria quinta.
Algumas destas actividades, relatei-as em crónicas publicadas neste mesmo blogue:
."O último evento das CAV: 2 anos depois", em 31/10/2011
."Jantar Qtª do Crasto", em 22/4/2012
."Matar saudades...", em 16/5/2012
2.Os sortudos
Tive agora a ocasião de voltar à Qtª do Crasto, integrado numa visita expressamente organizada para a blogosfera. Estão de parabéns os seus responsáveis, ao terem a sensibilidade para entender que a participação em provas de vinhos não se esgota na opinião dos críticos encartados. É sempre positivo ouvir outras abordagens. No passado, também tive a ocasião de ter participado em eventos semelhantes, que aqui dei notícia:
."A Herdade das Servas e a Blogosfera", em 22/1/2011
."Evento Wine Bloggers na José Maria da Fonseca", em 25/10/2011
."João Portugal Ramos e a Blogosfera", em 3/6/2012
Para memória futura, responderam ao convite os seguintes bloguistas e afins (por ordem alafabética):
.Adega dos leigos (Nuno Ciríaco)
.Abílio Neto (freelancer)
.Art meets bacchus (Rui Lourenço Pereira)
.Comer, beber, lazer (Carlos Janeiro)
.Enófilo militante (eu próprio)
.Os vinhos (Pedro Barata)
.Saca a rolha (Nuno Garcia)
.Wine & lifestyle (André Peres)
.Vinho Porto vintage (Francisco Brito)
3.A grande recepção
Roam-se de inveja os bloguistas que não puderam comparecer. À nossa chegada, estava a Bo Derek, actriz já retirada dos écrans! Era o que poderia pensar alguém que não estivesse a par do evento Douro Film Harvest. De facto, foi uma feliz coincidência. Ela efectivamente dormiu na Qtª do Crasto, na qualidade de homenageada na 4ª edição do referido evento, do qual o anfitrião era parceiro.
Fomos recebidos pelo Tomás Roquette e Pedro Almeida, tendo sido este último que nos acompanhou em toda a visita. O ritmo de visitas, nesta altura de vindimas é infernal. Durante o dia de sábado 29 de Setembro, para além da Bo Derek, estiveram pessoas ligadas ao Douro Film Harvest, o nosso grupo de bloguistas, agentes importadores colombianos, gente ligada a Angola, um fotógrafo em serviço, para além de familiares de colaboradores que ali trabalham. Um frenesim...
Também tivémos contactos com  Manuel Lobo e Cátia Barbeta (o consultor Dominic Morris já não acompanhou esta vindima), que constituem a equipa de enologia, Manuel Luis Gomes, responsável pela viticultura (há, ainda, o Tiago Nogueira, que tem a cargo as vinhas do Douro Superior) e a Rosário Sousa, do laboratório.
E seria injusto não referir o Poli, simpático ser de 4 patas, que nos acompanhou durante toda a visita!
Em próxima crónica darei notícia das provas e do almoço.


Sem comentários:

Enviar um comentário