quinta-feira, 15 de novembro de 2012

O Guia 2013 do João Paulo Martins (I)

1.Preliminares
Tenho a maior consideração e estima pelo JPM, identifico-me com o seu gosto e sou seu leitor desde o Guia 1995 (o 1º que publicou), ainda nem sequer sonhava que me iria profissionalizar. Prezo o seu trabalho, que chega a ser hercúleo, tantos são os vinhos que tem de provar num curto espaço de tempo.
Mas não há ninguém neste mundo do vinho que seja intocável. Apesar de fiel seguidor do JPM (tenho na minha casa todos os seus Guias, para além de outros livros por ele publicados), ficaria mal com a minha consciência se não referisse alguns aspectos do Guia de que discordo e que deveriam/poderiam ser alterados.
2.A questão da antiguidade
Na contra capa continua a afirmar-se que "Vinhos de Portugal, o mais antigo e prestigiado guia de vinhos do país, é publicado há 19 anos consecutivos e continua a ser a referência do sector vinícola, do consumidor e do bom apreciador.(...)". Eu concordo que seja o mais prestigiado, mais a mais que a concorrência foi ficando pelo caminho (João Afonso, Pedro Gomes, Rui Falcão,...), mas discordo frontalmente com a afirmação de que é o Guia mais antigo (é o chamado Guia da Comporta publicado em 1990). Ficaria correcto se a "o mais antigo" tivessem acrescentado "dos que se continuam a publicar", como já sugeri em crónica anterior. O seu a seu dono.
3.A questão do tamanho
Disse o JPM, creio que no Forum da RV, "(...) Como vai ver, o livro aumentou de tamanho, com mais 16 páginas(...) não sei onde isto vai parar (...)". O Guia, nesta edição vai com 653 páginas (e pesa 650 gramas!), quando começou com 291, em 2000 passou para 325, em 2005 para 342 e em 2010 para 419. Tem subido exponencialmente!
A ideia que se faz de um guia é que deve ser facilmente transportável e manuseável, logo não muito volumoso ou pesado. Ó JPM, tem que ser drástico e cortar nas gorduras. Os seus leitores vão comprando os seus Guias e não é necessário repetir notas de prova. Este Guia 2013 tem mais de 1000 notas de prova repetidas, o que representa cerca de 130 páginas. Se somar a isto 15 páginas de perguntas e respostas (b a bá para principiantes) e 17 de vinhos velhos ("(...) A variação de garrafa para garrafa aumenta com a idade (...) Caso esteja boa não quer isso dizer que todas estejam (...)", palavras do JPM).
E já vamos em 162 páginas de gorduras!

Sem comentários:

Enviar um comentário