quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Petiscos em Lisboa (X)

Atrás de um palpite que li (Expresso? Time out?), fui parar ao Alcântara 50 sabores genuinos (Rua Vieira da Silva), que teria sido, em tempos, se a memória não me atraiçoa, o restaurante Cuidado com o Degrau, frequentado pelo nosso Nobel da Literatura, José Saramago. É um espaço aparentemente rústico, mas decorado com muito gosto, tampos de mármore a lembrar as antigas tascas, mesas despojadas e guardanapos de pano (a gota a não dar com a perdigota). Vale a pena espreitar as casas de banho, forradas com histórias aos quadradinhos e foto novelas, que nos remetem para tempos das nossas infâncias.
Este Alcântara 50 aposta forte na petisqueira, com uma oferta de 11 petiscos e mais 8 pratos de queijos e enchidos. Aposta ganha pois, para mim e daquilo que conheço e tenho vindo a partilhar neste blogue, estes petiscos são do melhor que tenho provado. O responsável pelos tachos é o chefe Filomeno Nogueira, um nome a reter. Escolhi o menú de 4 petiscos (com direito a uma sobremesa), que foram da escolha do chefe. Avançaram cogumelos pleurotus com ervas do campo, ameijoas em vinho verde, farinheira salteada com espinafres e ovos e pimentos padron salteados com alho, a que se juntaram umas pataniscas de bacalhau, simpática oferta da dona deste espaço.
Quanto a vinhos a oferta é equilibrada para este tipo de espaço: 3 espumantes, 11 brancos, 12 tintos e 1 rosé, alguns destes a copo. Escolhi o Qtª de Alorna Arinto & Chardonnay 2011 (4 €) - presença bem marcada de citrinos, notas florais, mineralidade, frescura, algum amanteigado e estrutura; muito elegante. Nota 16,5. Com excepção da farinheira, acompanhou bem os restantes petiscos.
A garrafa veio à mesa, mas o vinho não foi dado a provar, o que é uma falha fácil de corrigir. O copo era bom, foi servida uma porção razoável, mas a olho. Faltou testar o serviço dos tintos, que é onde os restaurantes normalmente falham.
Concluindo, o Alcântara 50 é um espaço agradável, onde se podem comer uns tantos petiscos muito bem confeccionados. Recomendo.

Sem comentários:

Enviar um comentário