domingo, 23 de dezembro de 2012

Vinhos em família (XXXIX)

Quase a fechar o ano, aqui vão as minhas últimas provas anotadas:
.Qtª dos Carvalhais Colheita Seleccionada 08 - estagiou mais de 2 anos em barrica; uma desilusão, apesar da boa acidez, este branco apareceu muito pesado, com a madeira a sobrepor-se à fruta; o excesso de teor alcoólico (14,5% vol.) também não ajuda. A despachar rápido. Nota 14.
.Cavalo Maluco 06 - produzido num ano difícil, ainda está com muita fruta e vivo, acidez equilibrada, notas especiadas, potência de boca e final longo. Aguenta ainda mais meia dúzia e anos. Nota 17,5+ (noutras situações 17,5/17,5+ a denotar uma grande regularidade).
.Ferreira Reserva Especial 97 - ainda em grande forma, com a côr e acidez bem evidentes, complexidade no nariz e boca, notas de tabaco e especiarias, taninos civilizados, estrutura de boca e final longo; no ponto mais alto, mas ainda longe da reforma. Nota 18,5+ (noutras 18,5/17,5/18,5/18,5/18,5/18 a confirmar que é mesmo um grande vinho em qualquer parte do mundo!).
Bebi, ainda, descontraidamente e sem registar as minhas impressões: Poeira 05 (17,5), Meandro 10 (17,5), Ferreira Reserva Especial 03 (18), Pontual Syrah 07 (16,5), Ramos Pinto Collection 07 (16,5), Casa de Santar 09 (16,5), Morgado Stª Catherina 08 (17,5) e Qtª dos Castellares 11 (16).

Sem comentários:

Enviar um comentário