quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Vinhos em família (XL)

Vinhos provados e bebidos com os rótulos à vista, descontraidamente e em família, sem a pressão da prova cega:
1.Entre 31/12/2012 e 1/1/2013
.Soalheiro Alvarinho 1ª Vinhas 09 - alguma oxidação, fruta cozida, acidez q.b., claramente menos interessante que outras garrafas que tenho vindo a beber. Uma desilução. Nota 15,5 (noutras situações 16+/16,5/16,5/17,5+/17,5+/17,5+/17,5/17+). Passou por baixo de umas gambas salteadas.
.Olho no Pé Colheita Tardia 07 - complexidade aromática, alguma gordura compensada por uma boa acidez, estruturado, bom final de boca; é um vinho polivalente, pois vai bem no início da refeição a acompanhar um paté ou no final com uma sobremesa à base de amêndoa. Nota 17 (noutras 17/15,5/17).
.Encostas do Trogão Reserva 09 (Trás-os-Montes) - uma boa surpresa, este vinho produzido pela Adega Cooperativa do Rabaçal, completamente desconhecida para mim; muita fruta vermelha, algumas notas florais, fresco, taninos presentes mas elegantes, estrutura e final médios. Nota 16. Portou-se bem com um cozido à portuguesa.
2.Recentemente, com filhos e noras, onde, desta vez, o protagonismo foi dado aos vinhos alentejanos.
.Blandy Terrantez 69 (sem data de engarrafamento) - grande complexidade, frutos secos, iodo, caril, vinagrinho, boca potente e final interminável. A casta Terrantez no seu melhor! Nota 19.
.Marquês de Borba Reserva 97 (garrafa oferecida quando da visita ao João Portugal Ramos, no âmbito da blogosfera, relatada em crónica de 3/6/2012) - frescura e juventude incríveis, grande complexidade na boca,  notas apimentadas, estruturado e final de respeito. Esqueçamos a ideia feita de que os vinhos alentejanos não envelhecem bem; concretamente este Marquês quando sai para o mercado não tem muita piada, mas à medida que envelhece, a qualidade aumenta exponencialmente. Nota 18,5 (noutras 16,5/15/15/18).
.Zambujeiro 07 - especiado, notas florais, potência de boca e bom final; precisa de tempo em garrafa para se mostrar em toda a sua plenitude. É um dos meus alentejanos preferidos. Nota 18+ (noutra 18,5).
.Gilbert's Vintage 99 - alguma fruta, taninos ainda presentes, simples e descomplexado; apenas um LBV interessante. Nota 15,5.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário