quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Aditamento a "Provar vinhos no Ritz..."

Na crónica referida em título, escrevi que dos 5 vinhos que mais me marcaram nesta prova, um foi o Qtª da Manoella Vinhas Velhas 2011, cujos produtores e enólogos são o Jorge Serôdio Borges e a Sandra Tavares da Silva, cujo mérito tarda a ser reconhecido pela Revista de Vinhos (para quem ande distraido, nunca lhes foi atribuido o prémio do Enólogo do Ano). À semelhança do que aconteceu com o Francisco Albuquerque, eles já têm créditos a nível mundial, senhores!
Vem isto a propósito de o jornalista e crítico de vinhos Matt Kramer, já com apreciável obra publicada, no evento New York Wine Experience, organizado pela Wine Spectator de 24 a 26 de Outubro deste ano, ter escolhido 3 vinhos da Península Ibérica de vinhas velhas que mais o entusiasmaram, sendo 1 do Douro e 2 da Ribera Sacra. O único representante da Região Douro foi precisamente a versão anterior do Qtª da Manoella, o 2010!
Mais informações em www.winespectator.com/webfeature.

Sem comentários:

Enviar um comentário