terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Enoteca de Belém revisitada

Depois de ter participado em diversos jantares e almoços vínicos, nomeadamente à volta dos vinhos da Madeira, mas também com o grupo Novo Formato+, faltava-me a experiência de uma refeição fora do contexto habitual. E, assim, resolvi, em finais de 2013,fazer um almoço em família neste apelativo espaço.
Foi em cheio! Depositámo-nos nas mãos do chefe Ricardo, que nos foi servindo:
.tataki de atum com pera abacate
.gambas com pimentos padron e maçã
.bacalhau com linguiça picante
.naco de lombo com cogumelos salteados
.leite de creme com gelado de café
Estava tudo num patamar de qualidade muito alto, com alguns pratos ao nivel da excelência.
Para acompanhar as 2 primeiras entradas, o Nelson Guerreiro (escanção e chefe de sala) serviu o Qtª das Marias Encruzado Barricas 2011 e com a sobremesa o Casa Stª Eufémia 30 Anos, ambos uma simpática oferta da casa. Já no início, como bebida de boas vindas, deu-nos a provar um Riesling de 1954, uma curiosidade já a entrar na fase decadente.
Para acompanhar o bacalhau e o naco, trouxe da minha garrafeira uma garrafa de Qtª do Vesúvio 2007. Dela darei conta num próximo "Vinhos em família".
Foi um autêntico banquete. Quem ainda não conhecer esta enoteca não é um bom chefe de família!

Sem comentários:

Enviar um comentário