terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Curtas (XXV)

1.To Burger or not to Burger
É um espaço informal, com as mesas quase em cima umas das outras, que é coisa que me irrita. Mas estava completamente lotado, ao contrário de um seu antecessor quase sempre vazio. Fica situado na Rua Capelo, entre o antigo Governo Civil e o Teatro S. Carlos. Toalhetes e guardanapos de papel.
A ementa segue a moda. É à base de hamburgueres com carne dos Açores, alimentada a pasto, segundo eles dizem.
Quanto a vinhos, têm 8 a copo, a bons preços e hierarquizados (normais, melhores e muito bons). Bebi um copo do branco Castelo d' Alba Reserva 2012, desinteressante, chato na boca e algo oxidado, a fazer pensar que veio de uma garrafa aberta há muito tempo. O copo já vinha servido, em quantidade generosa, mas nem sequer mostraram a garrafa. Serviço de vinhos francamente mau.
 Espaço a evitar pelos enófilos!
2.Umai revisitado
Baixaram os preços dos menus Sushi (15 €), Tailandês (11), Indiano (11), Umai (10) e Chinês (9), mas a qualidade também, É preferível comer à lista.
A lista de vinhos continua pujante, com 37 brancos, 6 rosés, 30 tintos, 6 espumantes e 3 champanhes, a preços acessíveis. O serviço mantém a qualidade, vindo a garrafa à mesa e o vinho dado a provar num bom copo, embora servido a olho.
Espaço a frequentar pelos enófilos!
3.Santa Clara dos Cogumelos revisitado
A cozinha continua em alta. Repeti, a entrada emblemática "Shitake à Bulhão Pato" e comi, pela primeira vez, o excelente "Risotto Santa Clara". De repetir e chorar por mais!
Pena é o serviço de vinhos não estar à altura da gastronomia. O copo de branco Opta, aqui descrito anteriormente, já vinha servido. Espero, sinceramente, que façam um esforço para puxar o serviço de vinhos para o patamar de qualidade em que se encontra a cozinha.

Sem comentários:

Enviar um comentário