quinta-feira, 22 de maio de 2014

Um jantar com o Francisco Albuquerque

É sempre uma honra e um prazer participarmos num evento com a presença do Francisco Albuquerque, enólogo da Madeira Wine, cuja reputação internacional dispensa apresentações e que faz o favor de ser nosso amigo. Foi para nós, núcleo duro dos Madeiras, um grande incentivo o comentário que ele pôs na crónica "Uma grande jornada com vinhos da Madeira e não só...", publicada em 4/3/2014. Por outro lado, é com grande satisfação da minha parte que o conto como um dos seguidores deste blogue.
Este jantar vínico, que decorreu no Real Palácio, com o apoio da Madeira Wine e da Portefólio, foi mais alargado e, para além do nosso grupo, participaram uma série de pontos de venda (A Casa em Alcobaça, Bar do Binho em Sintra, Casa Macário, Coisas do Arco do Vinho, Delidelux, El Corte Ingles, Garrafeira Campo de Ourique, Garrafeira Nacional, Garrafeira Néctar das Avenidas e Manuel Tavares) e alguns meios de comunicação social (Revista de Vinhos, Wine Passion e Correio da Manhã).
Quanto aos Colheitas 1998 da Blandy, voltámos a provar o Sercial (garrafa nº 2032/2600) e o Verdelho (nº 1446/3000). No espaço de 2 meses tiveram uma evolução fantástica, principalmente o Verdelho. Fez-lhes bem o tempo em garrafa. Aumentei meio ponto o Sercial (de 16,5 para 17) e 1 ponto o Verdelho (de 17 para 18).
Mas a estrela da noite foi o Frasqueira Malvasia 1988 (garrafa nº 551/1589), em estreia nacional - nariz contido, mineral, um toque metálico, notas de brandy, belíssima acidez, boa arquitectura, boca potentíssima, final muito longo; cheio de personalidade com um perfil mais próximo da casta Bual. Nota 18,5+.
Mais uma grande jornada com Madeiras, desta vez a contar com a presença do Francisco Albuquerque que, gentilmente, elogiou a militância do nosso grupo!

Sem comentários:

Enviar um comentário