domingo, 8 de junho de 2014

O Mercado da Ribeira (reformulado) : os comeres (II)

Optei por me iniciar, nas visitas ao Mercado da Ribeira, pelo espaço da Marlene Vieira, uma chefe emergente, já aqui referida a propósito do restaurante Avenue, da Champanheria do Largo (da qual, entretanto, já se desligou) e do último Peixe em Lisboa, onde pude comprovar a sua criatividade. Aliás, das vezes que passei pelo Mercado da Ribeira, constatei que a Marlene estava presente (a par do Vitor Claro), sempre preocupada com que tudo estivesse a correr da melhor maneira. Foi a melhor forma de começar a visitar este Mercado.
A oferta é diversificada e tentadora, o que pode provocar um embaraço na escolha. Ao longo da semana, pode optar-se pelo prato do dia (9 €) : polvo assado (2ª feira), tempura de pescada (3ª), barriga de porco (4ª), bacalhau assado (5ª), rosbife de novilho (6ª), arroz de camarão e bivalves (sábado) e vitela assada à moda de Lafões (domingo). Por mais 3 €, pode juntar-se, ao prato do dia, 1 bebida e 1 sobremesa, o que constitui o Menú do Dia. Mas há mais menús: Mercado (5 degustações por 15 €) e Ribeira (8 por 25 €). A oferta não se esgota aqui, podendo escolher-se entre mais 10 entradas para partilhar e 6 pratos principais.
Num dos dias optei pela tempura de pescada (fresca), acompanhada por um belíssimo arroz de tomate. Noutro escolhi, por curiosidade, a Francesinha de atum, mas não fiquei freguês. Os tripeiros que me desculpem, mas nunca fui fã da Francesinha original.
O vinho a copo, fui buscá-lo ao Bar da Odete. Escolhi o Prova Régia Premium 2012 (2,50 €, uma dose generosa a um belo preço) - fresco, presença de citrinos, notas tropicais, bela acidez, alguma estrutura e complexidade; excelente relação preço/qualidade. Nota 16,5+.

Sem comentários:

Enviar um comentário