quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Quadro de Honra de Vinhos do Porto

1.Por tipo
Em 31 de Julho estavam contabilizados 38 Portos com 18,5 ou mais, o que corresponde a 11,4 % do total dos vinhos eleitos e 35,2 % dos fortificados. Desdobrando estes 38:
.Tawnies - 26, sendo 18 Colheitas e 8 de idade (30 ou 40 anos).
.Vintage - 10
.Brancos Velhos - 2
Esta acentuada diferença, a favor dos tawnies, explica-se pelo meu gosto pessoal e pelo facto de o Vintage não ser tão fiável. É uma lotaria, tanto pode sair uma coisa muito boa, como um vinho para temperar maçãs assadas. Os ingleses que me perdoem.
2.Por produtor/marca e ano
a.Tawnies e Brancos Velhos
.Krohn - 8 (60, 61, 64 Branco, 66, 67, 68, 78 e 30 Anos)
.Burmester - 5 (20, 37, 44, 55 e Tordiz 40 Anos)
.Noval - 4 (37, 64, 71 e 40 Anos)
.Dalva - 2 (85 e 30 Anos)
.Kopke - 2 (41 e 60)
.Barros - 2 (35 e Branco Muito Velho)
.Taylor's - 2 (Colheita 64 e 40 Anos)
Seguem-se mais 5 Casas com 1 referência, cada.
De realçar a extinta marca Krohn, maioritária nesta selecção. Até o Colheita 64, comercializado agora debaixo da marca Taylor´s, tem origem naquela marca.
b.Vintage
.Fonseca - 2 (03 e 76)
.Noval - 2 (58 e 94)
.Taylor's - 2 (94 e 11)
Seguem-se mais 4 Casas co 1 referência, cada
O meu aplauso para o Fonseca Guimaraes 1976, uma 2ª marca!
3.Os melhores entre os melhores
Com 19 pontos ou mais, por ordem alfabética:
.Barros Colheita 35
.Burmester Colheita 37, 44, 55 e, ainda, o Novidade 1920 (este com 19+)
.Fonseca Guimaraes Vintage 76
.Krohn Colheita 61
.Noval Colheita 37 e 71
 Tiro o meu chapéu à Burmester que quase fazia o pleno!
.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário