quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Bastardo : um rol de irreverências

Não, neste caso Bastardo não é nome de casta. Trata-se de um espaço de restauração pertencente ao Internacional Design Hotel, situado na Rua da Betesga,3 - 1º, com vistas para o Rossio e Rua Augusta.
As irreverências são mais que muitas:
1ª - o nome;
2ª - logo à entrada depara-se-nos 2 quadros, com uma das figuras a dizer "Vai à merda" e a outra a responder "Vai tu";
3ª - a sala muito informal, onde as mesas e as cadeiras são feitas de restos de madeiras; nos toalhetes de papel pode ler-se "On this magic placement calories don't count.You´re welcome. Enjoy.";
4ª - a ementa, onde consta Partida (7 entradas), Largada (8 pratos) e Fugida (6 sobremesas);
5ª - a carta de vinhos, nada óbvia, elaborada com base em vinhos de quinta, quase todos desconhecidos; está dividida em 2 partes,  oferecendo a primeira 2 espumantes, 7 champanhes, 8 brancos, 9 tintos e 2 rosés, que podem ser consumidos à garrafa ou a copo (12 cl, o que é manifestamente curto), enquanto que na segunda parte aparecem 6 vinhos Mediáticos e 3 Históricos e Biológicos (!?).
Quanto à minha visita, optei pelo Tacho do Dia (disponível de 2ª a 6ª feira), que contempla o couver (pão quente para molhar no azeite transmontano Meirinho, com 0,2 de acidez), sopa, prato, sobremesa, bebida e café. Tudo isto a troco de 15 €. Para um restaurante de hotel, é barato.
A intenção é boa, mas a gastronomia deixa muito a desejar: sopa deslavada, pato estufado (mais me pareceu frango) com arroz de caracóis (!?) e, ainda, pera bêbeda (estava bem sóbria, pois era muito verde e o vinho não conseguiu embebedá-la!).
A bebida foi o vinho da casa, o branco Poço do Canto 2013, em bag in box, servido num jarrinho e dado a provar - fruta madura oxidada, ligeira acidez, gastronómico mas pesado, desaparece rápido da boca. Bebe-se uma vez, por engano. Nota 12.
Os tintos estavam à temperatura ambiente, logo quentes. Um dos vários aspectos a corrigir.
Serviço na sala profissional, cozinha muito demorada e música demasiado alta.
Em conclusão, é um espaço a frequentar por quem goste das irreverências citadas e a evitar por quem não as aprecie.

Sem comentários:

Enviar um comentário