quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Curtas (LII) : PRW, O Púcaro e Varanda Castilho

1.Portugal Restaurant Week (PRW)
Mais uma edição do PRW, com a semana de 19 a 25 de Fevereiro exclusiva para clientes Millennium, desde que paguem com um cartão daquela entidade bancária, e o periodo de 26 de Fevereiro a 8 de Março acessível ao povão.
Desta vez os restaurantes mais badalados e os hotéis não se chegaram à frente. A excepção foi o Eleven mas, logo que o programa foi difundido, apareceu com a indicação de "esgotado"!? E esta, hem?
2.O Púcaro
Este simpático restaurante é o último da Estrada do Guincho, sem vistas para o mar e já a caminho da serra. Tem a grande vantagem de se poder comer peixe a 35 € o quilo, enquanto que na maioria da concorrência (a excepção será o Mar do Inferno) o preço do peixe dispara para 60 €!
Comi lá um belíssimo arroz de garoupa (22 € para 2 pessoas, o que é barato). Quanto a vinhos, o panorama não é muito entusiasmante, estando a oferta a copo reduzida ao da casa.
Optei por meia garrafa do Deu-la-Deu Alvarinho 2013 (13 €) - aromático, frutado, elegante, acidez equilibrada; demasiado simples, sem a complexidade do Soalheiro ou dos vinhos do Anselmo Mendes. Nota 16.
Quiseram-me servir este branco em irritantes flutes (moda na restauração?), mas recusei.
3.Varanda da União
O restaurante Varanda da União, que também dá pelo nome de Varanda Castilho, fica no 7º andar da Rua Castilho,14 C, com uma vista deslumbrante para a cidade.
De 2ª a 6ª feira tem o menú do dia: por 12,50 €   tem-se direito a couver, sopa, prato (à escolha entre peixe e carne), sobremesa, café e bebida. A refeição, mais que completa e com direito àquela vista, é baratíssima.
Sala confortável, serviço eficiente, rápido e simpático, toalha de pano, mas guardanapo de papel a contrastar.
Bebi um copo do tinto da casa, Cave nº7 Adega das Mouras 2013 - muito frutado, macio e envolvente, na força da juventude, guloso e redondo, acidez nos mínimos, volume médio e final curto. Acompanhou bem uma feijoada à transmontana. Nota 15,5.
A garrafa veio à mesa, o vinho dado a provar num bom copo e servida uma quantidade generosa. Só faltou o controlo da temperatura, pois a mesma era a da sala, logo acima do recomendado.

Sem comentários:

Enviar um comentário