sábado, 18 de abril de 2015

Curtas (LVII) : revisitas e novos espaços

1.Sabores d' Itália
No regresso a Lisboa, vindo de Monte Real, fiz um desvio a fim de matar saudades deste imperdível espaço, que continua em alta com a Maria João nos tachos e o Norberto na sala.
Desta vez não fui para a sopa de peixe e marisco nem para o risotto de sapateira, mas aventurei-me num prato de atum com vinho tinto. Aposta ganha! Quanto à sobremesa, não resisti à sopa de amoras. Como íamos com amigos, houve a oportunidade de bebermos uma garrafa do tinto Pó de Poeira 2011. Um belíssimo Douro de um grande ano e com uma relação preço/qualidade de excepção (nota 17,5+).
Mais uma grande jornada nas Caldas da Rainha!
2.Descobre
Voltei, recentemente, a este espaço que também muito gosto e tem a vantagem de ficar a 2 minutos a pé de minha casa. Desta vez não fui para o excepcional prato de cabrito, mas regressei aos originais pica daqui, pica dali (um de atum e outro de asas do inferno). Sobremesa: um divinal gelado de baunilha com figos.
A voltar, sempre!
3.Esplanada Furnas
É normalmente o meu refúgio quando vou à Ericeira. Bem situado, mesmo em cima do mar, este restaurante tem sempre peixe fresquíssimo a preços decentes. Na última visita comemos umas belíssimas e gordas ameijoas (deram 10 a 0 às do afamado Ribamar, em Sesimbra) e um saborosíssimo goraz.
Quanto a vinhos, alinham por baixo, como a maior parte dos restaurantes portugueses. A minha defesa foi, uma vez mais, uma meia garrafa de Planalto 2013, simples e correcto.
4.Novos espaços
Não conhecia e gostei de ver, estes novos espaços abertos mais ou menos recentemente:
.Mercearia Alentejana (Rua Acácio Paiva, 3 D, em Alvalade), a qual só vende produtos alentejanos, sejam vinhos, queijos, enchidos ou doces. Para os indefectíveis do Alentejo!
.Loja dos Queijos Gourmet (Rua Oliveira Martins, 31 B, à Avenida de Roma), que também vende vinhos e outros produtos gourmet, para além dos queijos.
Para além de ser um espaço muito bem concebido e bonito, tem a particularidade de lá trabalhar o Zé Santos, meu antigo braço direito nas Coisas do Arco do Vinho.
A visitar!

Sem comentários:

Enviar um comentário