terça-feira, 27 de outubro de 2015

Provar vinhos com a Decante

Este mês de Outubro tem sido pródigo em provas de vinhos, tendo degustado mais de uma centena em pouco tempo. Comecei com a DistriWine (crónica do dia 10), continuei com os Vinhos do Alentejo (crónica em 23) à qual se seguiu a Decante Vinhos (crónica de hoje).
Entretanto, a convite da Revista de Vinhos, fiz parte do painel "A Escolha da Imprensa 2015", tendo provado mais de uma quarentena de vinhos. E ainda faltam as provas no próximo Encontro de Vinhos e Sabores. Uma fartura.
Quanto à prova com a Decante (empresa distribuidora possuidora de um invejável portefólio, com a qual sempre mantive as melhores relações pessoais e institucionais), decorreu uma vez mais no Hotel Ritz. Nesta versão de 2015 tive a oportunidade de rever alguns amigos e conhecidos do mundo do vinho e degustar 40 referências (13 brancos, 23 tintos e 4 fortificados).
Comecei pelos brancos, tendo-me ficado na memória o Qtª do Ameal Loureiro 2005 (impressionante a frescura deste vinho já passados 10 anos), Qtª do Ameal Escolha 2014, Soalheiro Alvarinho Reserva 2014, Soalheiro Alvarinho Terra Matter 2014 (uma novidade que desconhecia) e o Primus 2013. E, logo a seguir: o Qtª Seara d' Ordens Reserva 2014, Gurú 2014, Dão Calcário 2014 e o Secret Spot Lacrau 2013 (que raio de nome!).
Quanto aos tintos, o Passagem Reserva 2012, Poeira 2012, Carrocel Late Release 2011 e Zambujeiro 2011 foram os que mais me impressionaram nesta fase das respectivas vidas. Seguiram-se, alguns prejudicados por serem ainda demasiado jóvens: Qtª La Rosa Reserva 2013, Passadouro Reserva 2013, Qtª da Manoella Vinhas Velhas 2013, Pintas 2013, Vinha Paz Reserva 2012, Pape 2011, Nossa Calcário Baga 2013 e Chocapalha Vinha Mãe 2011.
A terminar, alguns dos fortificados (sem direito a cuspir...), começando pelos belíssimos Moscateis Horácio Simões Roxo Superior 2005 (em Armagnac) e Excellent Roxo, e fechando da melhor maneira com os Madeiras de excepção Borges Sercial 1979 (já aqui referido por diversas vezes) e Borges Verdelho 20 Anos.

Sem comentários:

Enviar um comentário