sábado, 31 de outubro de 2015

TAP : um almoço, 48 anos e meio depois...

Está patente no MUDE - Museu do Design e da Moda (R.Augusta, 24), cuja directora é Bárbara Coutinho que chegou a participar nalguns dos jantares vínicos organizados pelas Coisas do Arco do Vinho, a exposição "TAP Portugal: a imagem de um povo" que ainda pode ser vista (encerra em 15 de Novembro).
Na visita feita já há algum tempo, achei curiosa uma notícia sobre um almoço oferecido aos convidados do voo inaugural a jacto Recife - Lisboa, no Hotel Santa Luzia em Viana do Castelo, dia 28/5/1967, cuja ementa (comida e vinhos) não resisto a divulgar.
Começando pelos comes:
.Caldo Verde à Minhota
.Lagosta Suada à moda de Peniche com arroz crioulo
.Peru assado à Provençal
.Molho Pirenaico (!?)
.Bolo TAP
.Mil Folhas de Viana
.Ananás dos Açores com Vinho da Madeira
Seguindo-se os bebes:
.Gatão Verde branco
.Gamba Verde branco
.Dão Real Vinícola
.Espumante Constantino
.Porto Roncão doce aloirado
.Brandy Borges Reserva dos Fundadores
.Licor do Mosteiro de SingeVerga
.Anis Dómuz
.Tríplice Ancora
.Café do Ultramar
Os meus comentários:
.omissão dos anos de colheita (a tradição mantem-se)
.os brancos são exclusivamente vinhos verdes
.os tintos reduzem-se a um Dão
.excesso de licores/bebidas espirituosas
Nota final - qualquer semelhança entre esta ementa e as que nos são servidas a bordo, é pura coincidência!

Sem comentários:

Enviar um comentário