quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Encontro com o Vinho e Sabores (EVS) 2015

O EVS, organizado pela Revista de Vinhos (RV), tem sido, ao longo destes anos, o evento do ano. Em 2015 voltou a sê-lo. 8 Provas Especiais, 260 Stands com produtores de vinho, 20 com sabores e 7 de acessórios. E, ainda, 3 concursos (A Escolha da Imprensa, na qual participei, Carta de Vinhos e Queijos de Portugal). É obra! Tiro o meu chapéu à RV!
Para além de ter provado 52 vinhos tintos e 6 fortificados, aproveitei para matar saudades com alguns dos produtores e enólogos presentes e outros agentes do vinho, com os quais tive relações pessoais e profissionais. Também encontrei alguns amigos e antigos clientes das CAV.
Dos tintos provados destaco, em primeiríssimo lugar, o Grandes Quintas Vinhas do Cerval 2011 (soberbo, a grande surpresa da jornada) e o Três Bagos Grande Escolha 2009 (sempre no meu coração).
 Logo a seguir, também na área da excelência, alguns consagrados, mas também algumas surpresas: Zambujeiro 2012, Couteiro-Mor Memórias Reserva 2008, Palácio dos Távoras Edição Limitada 2012, Vale Meão 2013, Herdade dos Coelheiros Garrafeira 2011, Kopke Vinhas Velhas 2010, Qtª da Gaivosa Vinha do Lordelo 2011, Vallegre Vinhas Velhas Reserva Especial 2012, Kompassus Private Selection 2011, Mouchão Colheitas Antigas 2002, 2221 Terroir Cantanhede 2011 e Qtª de Lemos Dona Louise 2005.
Também me ficaram na memória: H.O. Grande Escolha 2012, Pedra Cancela Amplitude 2013, Avô Fausto 2012, Qtª das Marias Garrafeira 2010, CH by Chocapalha 2011, Horácio Simões Grande Reserva 2013, Qtª Fonte do Ouro T.Nacional 2011, Vale de Ancho Reserva 2011, DuValley Grande Reserva 2011, Batuta 2013, Qtª do Grifo Grande Reserva 2009, Qtª do Crasto Vinhas Velhas 2012, Qtª Sant'Ana Homenagem 2010 e Qtª Monte d'Oiro Reserva 2011.
De salientar que destes 28 tintos salientados por mim, 10 são da grande colheita de 2011, ou seja, mais de 1/3 (35,7 %)!
Quanto a fortificados, provei uma ínfima parte e nem sequer cheirei os vinhos da minha paixão, os Madeiras. Dos provados, grande destaque para: Barros Colheita 1974 (o vinho e o ano, claro!), Vasques de Carvalho 40 Anos e Vista Alegre 40 Anos. E, a seguir: Ramos-Pinto 30 Anos e Graham's 40 Anos.
E, para o ano, há mais!

Sem comentários:

Enviar um comentário