quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Vinhos em família (LXVII) : mais Madeiras em prova

Mais 5 vinhos (2 Alvarinhos, 1 Porto Vintage e 2 Madeiras) provados serenamente em casa, com os rótulos à vista e sem a pressão das provas cegas. Ei-los:
.Soalheiro Alvarinho 1ª Vinhas 2013 - nariz discreto, fruta fresca (citrinos) e madura (melão), belíssima acidez e alguma gordura; elegância e volume quanto baste; melhor daqui a 3/4 anos. Nota 17,5+.
.Soalheiro Alvarinho Terramatter 2014 - acidez vibrante, muito floral, notas abaunilhadas e final curto. Um Soalheiro de produção biológica, mas que não acrescenta nada ao portefólio desta marca. Uma (relativa) desilusão. Nota 16,5.
.Qtª Vale Meão Porto Vintage 2001 - aroma discreto, fruta preta, relativa acidez, taninos domesticados mas alguma rusticidade, volume médio e bom final de boca. A beber nos próximos 4 /5 anos. Nota 17,5.
.Borges Verdelho 20 Anos (4ª garrafa provada) - frutos secos, presença de citrinos, vinagrinho, notas de iodo, algum volume e final de boca elegante. Foi-lhe atribuida um medalha de ouro no concurso Wine International Challenge. Nota 17,5.
.FMA Bual 1964 (16ª garrafa provada) - aroma intenso, frutos secos, notas de iodo e caril, acidez vibrante, bem arquitectado, final de boca muito longo e seco. Estará, nesta fase, muito próximo da casta Verdelho. Nota 18,5.

Sem comentários:

Enviar um comentário