terça-feira, 5 de janeiro de 2016

2015 : na hora do balanço (II) - TOP 10 de tintos

Com a mesma metodologia utilizada para os brancos, hoje é a vez dos tintos. E eles são:
1.Qtª Vale Meão 2004
2.Qtª Crasto Vinha da Ponte 2007
3.Três Bagos Grande Escolha 2008
4.Carrocel Late Realese 2011 e Carrossel 2008
5.Ferreirinha Reserva Especial 2007
6.Robustus 2005
7.Qtª Crasto Vinhas Velhas 2008
8.Carvalhas Vinhas Velhas 2012
9.Hexagon 2008
10.Poeira 2007
Não foram incluidos, mas tiveram a mesma nota (18,5) que os últimos 4 vinhos: Batuta 2004, Pintas 2005 (já seleccionado no balanço de 2014) e Pintas 2007, tendo sido preteridos pelo preço.
De registar:
.a presença de 4 vinhos de 2008 neste TOP 10
.os 2 primeiros da lista são vinhos excepcionais, a nível mundial, tendo-lhes atribuído 19 pontos (o máximo que tenho dado a tintos)
.os 4 seguintes ficaram lá perto, com 18,5+
.o Douro, a minha paixão em tintos, tem 11 seleccionados (8 no TOP e 3 fora)
.O Dão (com uma posição de excepção na 1ª metade da tabela) e Setúbal foram os intrusos
Quanto a vinhos a consumir na restauração, opto pelo Meandro ou pelo Monte dos Cabaços Colheita Seleccionada, sempre que disponíveis.
A terminar, a próxima crónica será dedicada aos vinhos fortificados (Porto,Madeira e Moscatel). 

2 comentários:

  1. meus tintos, 2011, também tive que escolher 11:

    Quinta do Vallado Reserva Field Blend 2009
    Andreza Grande Reserva 2011
    Cartuxa Reserva 2010
    Domaine de Thalabert Paul Jaboulet Ainé (syrah do rhône) 2006
    Munda 2006
    Monte do Pintor Reserva 2008
    Dom Bella TN 2010
    Quinta das Maias Jaén 2011
    Qtª do Pôpa Lolita 2011
    Julian Reynolds Reserva 2008
    Fonte de Gonçalvinho Tinta Roriz 2010

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Luis,
      Obrigado por ter participado nesta crónica e na anterior.

      Eliminar