quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

2015 : na hora do balanço (IV) : TOP 10 espaços de restauração

Continuando o balanço de 2015, após um curto interregno, a crónica de hoje é dedicada aos espaços de restauração que, entre das dezenas que visitei no decorrer do ano passado, mais me satisfizeram. Como critérios de avaliação, tive em conta a cozinha, fosse tradicional ou de autor, o ambiente, o serviço em geral e, muito particularmente, a componente vínica (a carta de vinhos, as referências disponíveis para consumo a copo, preços, a qualidade dos copos, o controlo das temperaturas e o serviço de vinhos, propriamente dito).
Sendo, por vezes, difícil hierarquisar estes espaços, optei pela ordem alfabética, assinalando com * os que entraram em 2015 e pondo entre parêntesis as datas das crónicas respeitantes à minha última visita a cada um deles:
.Casa da Dízima *, em Paço d' Arcos (15/12)
.Corte Inglês - restaurante principal (22/11)
.deCastro Flores * (27/1)
.Descobre (6/8)
.Enoteca de Belém (30/4)
.Lisboète * (3/11)
.Manjar do Marquês, em Pombal (14/7)
.Sabores d' Itália, nas Caldas da Rainha (11/6)
.Sommelier * (24/12)
.Via Graça (12/2) / Casa do Bacalhau (4/6)
Não foram incluídos neste TOP, mas têm um serviço de vinhos de qualidade: A Cevicheria, Atalho Real, By the Wine, Eleven, Rossio Altis Avenida, Sala de Corte, Taverna do 8 ò 80, na Nazaré e Viva Lisboa.

Sem comentários:

Enviar um comentário