quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Colheita de 2006 : o painel da Revista de Vinhos e as minhas provas

A RV publicou, no seu último numero, os resultados de uma interessante avaliação anual dos tintos com 10 anos, sob o título "Tintos 2006 - boas surpresas de uma vindima difícil", à semelhança do que tem vindo a fazer nos últimos anos. Foram provados 23 vinhos (menos 10, se comparado com a prova da colheita 2005), referindo que lhes foram enviados apenas 70 % dos vinhos solicitados, "O que espelha as dúvidas de diversos produtores face aos vinhos que tinham em casa (...)". Pena é que não tivessem divulgado quais os 30 % em falta. Fica a curiosidade não satisfeita.
Consultados os meus registos, encontrei 10 vinhos (algumas referências com mais de 1 garrafa) que foram incluídos no painel da RV e mais 6 que não constam e talvez fizessem parte dos solicitados e não submetidos à prova da RV.
Obviamente que os resultados, do painel e das minhas provas, não são comparáveis, pois os meus foram sendo registados ao longo de uma série de anos.
Respeitando a ordem dos resultados do painel, passo a indicar as notas atribuídas por mim, a maioria em provas cegas, mas também algumas com o rótulo à vista. Entre parêntesis indico a nota do painel da RV.
.Carrocel - 17,5/18/18,5+/17,5 (18,5 no painel)
.Escultor - 14 (17,5)
.Qtª dos Roques Reserva - 16+ (17,5)
.Scala Coeli - 17,5 (17,5)
.Pintas - 17/16,5+/17,5+/16,5+/17+ (17)
.Qtª das Marias T.Nacional - 16,5 (17)
.Qtª Vale Meão - 18/18,5/17+ (17)
.Encosta do Sobral - 16 (16,5)
.Passadouro Reserva - 17/16,5 (16,5)
.Anima - 16,5/17+ (16)
Vinhos provados por mim, mas omissos no painel da RV:
.CV - 18/18/17,5+
.Charme - 16,5+
.Aneto Grande Reserva - 18,5/18,5/17
.Poeira - 18,5/16,5+/18/17,5/16,5/17,5
.Qtª do Crasto Vinhas Velhas - 18/17
.Qtª do Mouro Rótulo Dourado - 18,5
De referir:
.a irregularidade de garrafa para garrafa, nalgumas referências (por exemplo, o Poeira)
.o declínio de alguns vinhos, inicialmente com boas pontuações, mas que depois se foram abaixo das "canetas" (caso do Vale Meão e do Aneto)
.não haver discrepâncias acentuadas, entre as notas do painel e as minhas, com excepção do vinho Escultor (o que teria acontecido à minha garrafa?).  

4 comentários:

  1. assim de repente... de 2006 provei há um par de meses o Munda. Estava muito bem.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado pelo comentário. Esse também não provei.

    ResponderEliminar
  3. O Pintas, provado ontem, estava muito muito fraco.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rui,
      Pois... Também não me conquistou a alma. Se calhar não o deveriam ter feito e apostado tudo no Pintas Character.

      Eliminar