segunda-feira, 18 de abril de 2016

No rescaldo do Peixe em Lisboa 2016

Apenas consegui almoçar 1 dia no Pátio da Galé, o que é manifestamente insuficiente perante tanta e tentadora oferta. Para além da restauração, havia dezenas de bancas com vinhos para prova, mas também com queijos, enchidos, compotas, doçaria e até peixe fresco. Uma fartura!
Este ano seleccionei 3 restaurantes, tendo degustado:
.no Ritz Four Seasons, um estreante nestas andanças, um excepcional camarão "obsiblue" com emulsão de cardamomo;
.no José Avillez, um muito agradável carapau fumado com pickles;
.e no Bertílio Gomes/Chapitô à Mesa, umas caras de bacalhau com molho fricassé, recomendadas pela Time Out, mas que não me convenceram.
Para maridar com estas iguarias, escolhi um branco da José Maria da Fonseca, o Domingos Soares Franco Verdelho 2015 - presença de citrinos, fresco e mineral, notas amanteigadas e algum fumado, bom final de boca e deveras gastronómico. Nota 16,5+.
Quanto à sobremesa, optei por ir à banca da Aloma comprar umas deliciosas "delícias" que foram acompanhadas pelo Moscatel Alambre 20 Anos que dispensa apresentações. Não me canso de o beber, sempre!
Para terminar, troquei dois dedos de conversa com o Duarte Calvão (o responsável pela organização do evento e que, mais uma vez, está de parabéns), o Bertílio Gomes (um dos raros chefes presentes, no dia e hora em que eu participei) e a Sofia Soares Franco (regressada ao trabalho após uma baixa de parto).
E, para o ano, há mais. Cá estaremos, então!

Sem comentários:

Enviar um comentário