terça-feira, 9 de agosto de 2016

Peixola : um original restaurante de peixe

Despertou-me a curiosidade o Peixola (Rua do Alecrim, 35, ao Cais do Sodré), um original espaço onde o peixe é rei. Apenas dispõe de um balcão, em forma de ferradura, não permitindo a confraternização de grupos de mais de 3 pessoas. Óptimo para casais ou pessoas sós. A ementa é deveras curiosa, oferecendo 9 referências de peixe miúdo (leia-se entradas), 6 de peixe graúdo (prato principal) ou, ainda, alguns peixes de água doce (sobremesas).
Balcão despojado, guardanapos de papel e música aos berros, o que vai sendo moda em espaços onde impera a juventude.
Por 15 €, ao almoço, tem-se direito a 2 peixes miúdos ou 1 graúdo e, ainda, a um copo de vinho (a escolher entre 2 brancos e 1 tinto). Não é barato, tanto mais que o restaurante está em fase de lançamento e um preço mais acessível poderia atrair mais clientela. Mas, para espanto meu, a conta algo confusa, com débitos e créditos à mistura, ficou-se pelos 12 €, uma verba já aceitável.
Escolhi 1 peixe graúdo, uns saborosos filetes de peixe galo com puré wasabi.
A lista de vinhos a copo, sem referência aos anos de colheita, está dividida em verdes (!?), brancos e tintos, contempla 6 brancos, 1 tinto e 1 rosé.
Optei  pelo branco Vale da Poupa 2015 - muito frutado, com forte presença de citrinos, fresco e mineral, acidez no ponto, algum volume e final de boca. Aconselhável para entradas leves, peixe grelhado ou marisco. Uma boa surpresa, este branco que eu nunca tinha provado. Nota 16,5.
A garrafa veio à mesa e o vinho dado a provar num copo mais ou menos. Mas, sem que eu tivesse dito nada, a empregada (finalista de Psicologia, pasme-se...) trocou-me o copo, por o mesmo não se encontrar muito limpo. Uma atitude profissional de uma amadora!

Sem comentários:

Enviar um comentário