quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Grupo dos 3 (54ª sessão) : um Madeira de excepção

Mais uma sessão às cegas deste núcleo duríssimo, tendo sido o Juca a escolher o restaurante e a trazer vinhos da sua garrafeira (1 branco, 2 tintos e 1 fortificado). A prova decorreu no Bel' Empada (Av. João XXI, 24 mesmo ao lado do Napoleão) já aqui referido em "Belmiro Jesus e suas empadas", crónica publicada em 26/4/2016.
Aqui come-se muito bem, mas a sala, além de ser de reduzidas dimensões é excessivamente ruidosa, prejudicando um pouco a concentração necessária à degustação de vinhos de qualidade. Mais, neste espaço não se pode pagar com cartões, sejam Visa ou simples MB, estratégia do proprietário que não se entende de todo.
Os vinhos em prova foram:
.Chocapalha Reserva 2009 - com base nas castas Chardonnay e Viosinho, estagiou 6 meses em barricas novas de carvalho francês; ainda muito fresco e mineral, bela acidez a prolongar-lhe a vida, presença de citrinos, alguma gordura, volume e final de boca. Nota 17,5.
Acompanhou bem empadinhas de vitela, queijo fresco e paté de figados de aves, mas colidiu com os ovos mexidos.
.Charme 2007 - aberto na cor, nariz contido, aromas e sabores terciários, discreto e elegante, algum volume e final de boca. Nota 16,5+.
Maridou bem com um pampo grelhado e grelos.
.Crochet 2011 - com base nas castas Touriga Franca e Touriga Nacional; ainda com muita fruta, acidez equilibrada, notas de tabaco  e chocolate preto, volume e final de boca assinaláveis. Nota 18.
Fez um casamento feliz com uma empada de vitela e batata frita.
.Artur Barros e Sousa Moscatel Velho 1963 - frutos secos, notas de iodo e caril, acidez q.b., taninos envolventes, volume assinalável e final muito longo. Embora não se note muito a presença da casta, é um excelente e sedutor Madeira. Nota 18,5+.
Acompanhou um belíssimo marmelo assado.
Mais uma grande sessão. Obrigado, Juca!

2 comentários:

  1. moro a 200 metros... tenho que ir às empadas.

    esses brancos com meia dúzia de anos por vezes conseguem ser pérolas!

    luís pedroso

    ResponderEliminar