terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Garrett 47 : mais uma parceria com a Sogrape

Fui, recentemente, visitar mais um espaço de restauração que mantém uma parceria com a Sogrape, tendo os vinhos desta empresa  o exclusivo da respectiva carta, Depois do Tágide Wine & Tapas Bar, da Delfina e do Sandeman Chiado, este mesmo pertença do referido produtor, chegou a vez do restaurante wine bar Garrett 47, cujo nome identifica a sua localização.
A sala, cuja decoração aposta forte no mundo do vinho, é francamente acolhedora, embora eu tivesse sentido algum desconforto ao ser o único cliente presente no dia da minha visita (as cadeiras também não ajudam). Toalhetes e guardanapos de papel.
Quanto aos vinhos, inventariei 13 brancos (11 a copo), 16 tintos (10), 3 rosés (3), 2 espumantes (0) e 18 Portos, sendo de lamentar estarem omissos os anos de colheita. Francamente!
Também separaram os verdes dos outros brancos, incorrecção quase habitual na restauração. Enfim...
Optei por beber o Vinha Grande 2014 (4,80 €) - nariz presente, frutos vermelhos, alguma acidez, notas apimentadas, taninos civilizados, algum volume e final de boca. Nota 16,5+.
A garrafa veio à mesa e o vinho dado a provar num copo de vidro demasiado grosso, em quantidade razoável e temperatura aceitável.
Acompanhou uma alheira de caça com puré de batata doce. Como sobremesa veio um minúsculo pudim Abade de Priscos que, perante a minha estupefacção, só cobraram metade do preço que constava na carta. Vá lá...
A ementa tem alguma originalidade, ao apresentar uma série de menús a que chamaram Rotas (Garrett, Douro, Estremadura e Alentejo), com preços entre os 21 e os 25 €. Para cada menú foram seleccionados 3 vinhos (mais 12 € na conta!).
Há ainda a hipótese de se degustar 12 petiscos (3 a 4,50 €), 4 pratos de peixe e de carne (12 a 21 €) e, ainda as habituais tábuas de queijos e charcutaria.
A revisitar numa próxima oportunidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário