quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Testando o serviço de vinhos (IV) : Paço da Rainha, InComum e Baía do Peixe

1.Paço da Rainha
Este restaurante fica no Paço da Rainha,66 e apresenta mesas bem aparelhadas, guardanapos de pano e a televisão acesa, mas sintonizada para um canal de rádio (o Mooth) com música baixinho e a meu gosto.
Tem alguns vinhos a copo, tendo eu optado pelo branco Duque de Viseu 2014 (3,50 €), despretensioso, mas correcto e gastronómico. Nota 16,5. Acompanhou cavala marinada e folhado de bacalhau com couves, pratos bem agradáveis.
A garrafa veio à mesa, mas o vinho não foi dado a provar. Bons copos e quantidade servida correcta. Têm armários térmicos para controlo de temperatura dos tintos. Serviço atencioso e competente, com o chefe António Latas a vir às mesas. Uma mais valia.
Uma nota simpática, no final da refeição ofereceram um Porto ruby em mini copo.
Este espaço tem sido muito falado, com críticas positivas na Fugas, Evasões e Time Out.
Recomendo e tenciono voltar, até para inventariar a carta de vinhos, o que não cheguei a fazer desta primeira vez.
2.InComum
O InComum já foi aqui referido em "Testando o serviço de vinhos (II)", crónica publicada em 6/6/2015. Mantém o menú almoço de 2ª a 6ª feira que custa os mesmos 9,50 €, com direito a couvert, sopa/salada, prato, sobremesa e vinho.
Bebi o branco Caiado (o vinho da casa, como em tantos outros restaurantes), simples e correcto.
A garrafa veio à mesa, mas o vinho não foi dado a provar. Os copos são aceitáveis e o serviço simpático.
3.Baía do Peixe
Este espaço está instalado na Praça de Touros do Campo Pequeno e é uma cópia da casa mãe de Cascais. Também oferece um menú de almoço. Por 11,50 €, tem-se direito a sopa de peixe, prato de peixe e sobremesa, sendo as bebidas à parte.
A lista de vinhos é pouco imaginativa e sem os anos de colheita, mas com preços honestos.
A copo, só têm o Adega Vila Real, o que não faz sentido. Optei pelo branco 2015 (2,50 €) - aromático, muito fresco, frutado e com uma bela acidez. Uma boa surpresa. Nota 16.
A garrafa veio à mesa, mas o vinho não foi dado a provar. O copo era bom e a quantidade servida, generosa.
4.Conclusão
Em nenhum destes espaços de restauração, o vinho foi dado a provar, o que é de lamentar.

Sem comentários:

Enviar um comentário