terça-feira, 14 de março de 2017

Lisboa Restaurant Week (I) : almoço no Nobre

Após marcação através da plataforma The Fork*, por 19 + 1€ (para causas sociais), com direito a sopa/entrada, prato e sobremesa, pude almoçar no Nobre (ao Campo Pequeno), local muito frequentado por gente fina.
Escolhi a clássica sopa de santola (servida na casca), espetada de garoupa e manga com arroz malandrinho de lima e coentros e, ainda, mousse de chocolate branco com iogurte grego, gelado de framboesa e lascas de abacaxi. No final da refeição, simpática oferta de mini pastéis de nata. Tudo a um apreciável nível de qualidade e um serviço eficiente, mas muito distante.
Quanto a vinhos, a lista é pujante e com uma razoável oferta a copo. No entanto, tinha muitas faltas e era omissa quanto a anos de colheita, o que se lamenta.
Optei por um copo do Prova Régia Reserva 2014 (4,50 €) - presença de citrinos e fruta cozida, notas amanteigadas, acidez no ponto, ligeira oxidação, algum volume e final de boca. Gastronómico, ligou muito bem com a sopa e o prato. Nota 17.
A garrafa veio à mesa e o vinho dado a provar em copo Schott.
Também reparei na existência de armários térmicos para controlo de temperatura dos tintos, uma mais valia.
Contrastando com os empregados correctamente ataviados, o gerente (que depois percebi ser o filho dos patrões) parecia um sem abrigo! Francamente...
* por cada reserva, acumulam-se pontos (100 de cada vez); aos 1000, tem-se direito a um desconto de 10 €, em restaurantes aderentes.

1 comentário:

  1. o vinho branco que servi no meu casamento foi o prova régia premium 2012, que foi substituído por esse reserva após a mudança de mãos da quinta. era muito bom, pela descrição parece que mantém o nível.

    ResponderEliminar