terça-feira, 14 de novembro de 2017

Novo Formato+ (28ª sessão) : bons vinhos e azeites

O último encontro deste grupo de enófilos e respectivas companheiras  foi da responsabilidade do casal Marieta/José Rosa que escolheu o restaurante Sem Dúvida, já aqui referido por diversas vezes. A comida (tradicional portuguesa) e o serviço de vinhos (copos, temperaturas, etc), debaixo da batuta do Sérgio, estiveram à altura dos acontecimentos.
Antes do repasto propriamente dito, fizemos uma prova de 4 azeites da marca Rosmaninho (Cooperativa dos Olivicultores de Valpaços). Na mesa as variedades Cobrançosa, Verdeal, Madural e, ainda, um azeite Premium resultante de um lote destas variedades (que foi aquele que eu mais gostei).
Na mesa estavam, para petiscar, charcutaria fatiada, queijos e salgados diversos, todos de qualidade.
Quanto a beberes e comeres, desfilaram:
.Soalheiro Alvarinho 1ª Vinhas 2012 - fresco e mineral, cítrico, acidez no ponto, notas amanteigadas, algum volume e final de boca assinalável. Fino, elegante e gastronómico. Nota 17,5+ (noutras situações 17,5+/17,5/18/18/18).
Ligou bem com uma entrada de polvo laminado.
.Soalheiro Alvarinho Reserva 2014 - cor com alguma evolução, nariz inicialmente muito fechado, boa acidez, cítrico e untuoso, bem estruturado e final de boca extenso. Gastronómico, precisa de mais 3/4 anos para chegar ao patamar de qualidade do Reserva 2007. Vai lá chegar! Nota 18 (noutra 18).
Harmonizou com uma tranche de garoupa com um belíssimo arroz de lingueirão.
.Charme 2008 (em magnum) - aberto na cor, fresco, bela acidez, especiado, taninos presentes mas civilizados, algum volume e final longo. Perfil borgonhês, elegante e sofisticado. Nota 18 (noutra 17).
Casou bem com um naco de vitela barrosã com couve pakshoi, batata gratinada e cogumelos selvagens.
.CF Reserva Tawny Doce (Cockburns) - frutos secos, iodo, alguma acidez e taninos, demasiado doce algo enjoativo, volume e final de boca assinaláveis. Alguma desilusão. Nota 17.
.Artur Barros e Sousa Bual Velho 1965 - muito fresco e com acidez, presença de frutos secos e notas de caril, taninos civilizados, algum volume e final de boca. Nota 17,5+.
Foi mais uma grande sessão de convívio, bons vinhos e azeites e boa gastronomia.
Obrigado Marieta e J.Rosa!

Sem comentários:

Enviar um comentário