terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Gourmet Experience (I) : a Tasca Chic do José Avillez

Pouco tempo após a abertura do Gourmet Experience (no piso 7 do Corte Inglês) visitei um dos restaurantes do chefe José Avillez, a Tasca Chic, onde tive uma experiência traumatizante, ao esperar quase 1 hora pelo prato que tinha pedido. Parte do problema parece estar resolvido pois, numa revisita recente, verifiquei que na ementa constava uma "Fast Chic", lista com apenas 3 pratos de saída rápida.
Com receio de repetir a má experiência anterior, optei por um dos pratos da "Fast Chic", a pluma de porco com migas e farinheira, uma carne saborosa com acompanhamento banal.
A Tasca Chic também aderiu à moda das mesas despojadas, embora os guardanapos sejam de pano, uma contradição. O espaço está bem organizado e o pessoal, maioritariamente feminino, impecavelmente fardado. Serviço eficiente e despachado. Preços altos, a condizerem com a fama do chefe. Sala cheia, mesmo antes das 13 horas, com bicha (continuo a utilizar este tradicional termo, em vez do politicamente correcto "fila") para entrar.
Quanto à componente vínica, uma vez que a carta vem em suporte electrónico, não consegui fazer o inventário da praxe.
Optei por um copo de Qtª Nova Reserva Terroir Blend 2015 - muita fruta e juventude, acidez no ponto, taninos evidentes, algum volume e final de boca, mas falta-lhe complexidade. Gastronómico, cumpriu bem a sua função. Nota 16,5+.
A garrafa veio à mesa e o vinho dado a provar num bom copo e a uma temperatura correcta.

Sem comentários:

Enviar um comentário