quinta-feira, 29 de março de 2018

Vinhos em família (LXXXVII) : brancos em alta

Mais uns tantos vinhos provados em família (3 brancos e 1 tinto), com os rótulos à vista e sem a pressão da prova cega. E eles foram:
.Soalheiro Alvarinho 1ª Vinhas 2014 (13 % vol.) - 90 pontos na Wine Spectator; ligeira oxidação nobre, presença de citrinos e fruta de caroço, acidez equilibrada, notas amanteigadas, algum volume e final de boca extenso. Boa evolução, elegância e complexidade. Nota 18 (noutras situações 17,5+/17,5).
.Primus 2014 (13,5 % vol.) - 92 pontos no Parker; com base em vinhas velhas, maioritariamente Encruzado; fresco e mineral, cítrico, boa acidez, alguma gordura e complexidade, volume e final de boca assinaláveis. Gastronómico. Nota 17,5+.
.Qtª do Alqueve Tradicional 2013 (13 % vol.) - produzido por Pinhal da Torre, Alpiarça; com base na casta Fernão Pires; nariz discreto, presença de citrinos e fruta de caroço, acidez no ponto, volume e final de boca médios. Um branco de outono/inverno com uma relação preço/qualidade imbatível. Nota 16.
.Chocapalha Vinha Mãe 2011 (14,5 %) - com base nas castas Touriga Nacional (60 %), Syrah (30 %) e Tinta Roriz (10 %), estagiou 22 meses em barricas de carvalho francês; aroma vibrante, ainda com muita fruta vermelha, alguma acidez e notas de lagar, taninos civilizados, algum volume e final de boca. Elegante. Nota 17,5.

Sem comentários:

Enviar um comentário