quinta-feira, 17 de maio de 2018

Enoturismo na Bairrada (V) : Caves São João

...continuando...
7.Caves São João
Na visita às Caves São João, empresa familiar fundada em 1920 e a mais antiga na Bairrada, à beira de comemorar o seu 100º aniversário, fomos recebidos e acompanhados pela Célia Alves, a sua face mais visível e uma mulher de armas. Para além de responsável pelas áreas comercial e marketing dá, ainda, uma mão na enologia, tendo sido designada recentemente presidente da Confraria dos Enófilos da Bairrada, cargo nunca antes atribuído a uma mulher. Está, pois, de parabéns!
Nas galerias subterrâneas, repousam milhares e milhares de garrafas, das diversas marcas detidas pelas Caves (Frei João, Porta dos Cavaleiros, São João e Qtª Poço dos Lobos), cobrindo as Regiões da Bairrada e do Dão. A título de curiosidade, a colheita mais antiga de vinho tinto é de 1959 e a de branco remonta a 1966.
No decorrer da visita, tivemos a oportunidade de provar:
.Espumante Poço do Lobo Baga Bairrada 2015 (com 22 meses de estágio, bolha fina, fresco e elegante, notas de pão cozido)
.São João Lote Especial 2014 branco (com base nas castas Maria Gomes, Chardonnay e Sauvignon Blanc; citrinos e maçãs, boa acidez, notas amanteigadas, algum volume e final de boca)
.São João Lote Especial 2014 tinto (com base nas castas Baga, Touriga Nacional, Syrah e Cabernet Sauvignon, estagiou 6 meses em barricas de carvalho; nariz discreto, muita fruta vermelha, acidez equilibrada, algo especiado, taninos civilizados, volume e final de boca médios)
.Qtª Poço dos Lobos Reserva Cabernet Sauvignon 1996 (ainda com alguma fruta, notas herbáceas, taninos rugosos, volume e final de boca médios, ainda longe da reforma)
Fora da prova, numa mesa ao lado, estavam algumas sobras de uma outra degustação ocorrida horas antes. É claro que não desperdicei a oportunidade de provar estas preciosidades, que passaram ao lado da maior parte do grupo:
.Porta dos Cavaleiros Reserva 1985 branco (oxidação nobre, acidez impressionante, volume notável e grande complexidade; um branco com mais de 30 anos, cheio de personalidade!)
.Porta dos Cavaleiros Reserva Seleccionada 1984 branco (ainda cheio de saúde e frescura, longe da reforma, com um perfil semelhante mas sem a complexidade do vinho anterior)
.Poço do Lobo Arinto 1995 branco (algo oxidado, belíssima acidez, notas amanteigadas, algum volume e final seco).
.Frei João Reserva 1980 tinto (evolução nobre, aromas e sabores terciários, fino e elegante; pura souplesse, a deste vinho com quase 40 anos).
Só para provar estas relíquias, valeu a pena vir à Bairrada. Obrigado, Célia!
continua...

Sem comentários:

Enviar um comentário